Notícias | Dia a dia
Venus comemora desempenho rumo à semi
16/03/2018 às 14h51

Venus busca uma conquista inédita em Indian Wells

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Apesar de ter feito um boicote a Indian Wells que durou de 2001 até 2015, a norte-americana Venus Williams vem se sentindo em casa na competição. Além das boas atuações, que a levaram às semifinais, ela também conta com o apoio do público e com a proximidade com sua cidade natal, também na Califórnia.

Outro ponto que empolga ainda mais a veterana de 37 anos é ter feito justo neste evento uma de suas primeiras boas apresentações na carreira. "Este foi o torneio em que despontei, quando tinha apenas 16 anos, por isso é especial para mim. Sinto a torcida me apoiando, adoro isso, é como se fosse em casa", disse a mais velha das irmãs Williams.

"Estou muito feliz com a maneira como joguei. Você sempre torce para conseguir um placar assim, mas nem sempre é o que acontece. Ir longe em um torneio grande é algo fantástico", observou Venus, que na última quinta-feira superou a espanhola Carla Suárez em sets diretos, gastando 71 minutos para bater a rival e garantir um lugar na penúltima rodada.

Venus chegou a sua sexta vitória em oito jogos contra Suárez e a quinta seguida, não perdendo para a espanhola desde Miami, em 2015. "Já travamos grande batalhas e fico contente por ter superado essa", comentou a norte-americana, que terá agora pela frente a russa Daria Kasatkina, contra quem jogou duas vezes, venceu uma e perdeu outra.

Com apenas 20 anos de idade, Kasatkina sequer havia nascido quando Venus fez seu primeiro jogo em Indian Wells. Apesar de bem mais nova, a russa levou a melhor quando encarou a veterana norte-americana pela primeira vez, em 2016, pela primeira rodada de Auckland. O troco veio meses depois, com a mais velha das Williams triunfando na grama de Wimbledon.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis