Notícias | Dia a dia
Para Kasatkina, segredo foi aproveitar as chances
17/03/2018 às 11h34

Kasatkina já eliminou quatro campeãs de Grand Slam em Indian Wells

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Algoz de Venus Williams na semifinal do WTA Premier de Indian Wells, Daria Kasatkina sabia que o segredo para vencer um jogo tão importante quanto o da última sexta-feira à noite seria aproveitar as poucas chances que aparecessem durante a longa batalha que durou 2h48.

"Eu sabia que se eu tivesse uma chance, teria que aproveitar imediatamente", explicou Kasatkina após a vitória por 4/6, 6/4 e 7/5. "Porque nesse nível, você pode ter poucas chances por set ou por jogo. E se você não as usar, pode perder a partida depois. Então, a coisa mais importante foi perceber quando eu tinha chances e aproveitá-las".

A jovem russa ficou a dois pontos da derrota, quando perdia por 5/4 no terceiro set, mas acredita que conseguiu ser forte mentalmente quando mais precisou. "Eu realmente fiquei forte depois do 0-30 no 5/4", disse a tenista de 20 anos. "Foi o momento mais difícil do jogo. Eu não me senti nervosa, mesmo quando errei o primeiro saque. Eu sabia o que fazer. Então, foi a parte mais importante do jogo".

Kasatkina conta que ela não conseguia descrever o feito nem para sua equipe, tamanha a carga emocional que o jogo teve. "Em uma partida assim, você fica sem palavras. Até quando fui falar com meu treinador e com meu irmão depois do jogo, não consegui falar nada. Eu era apenas dizia: 'Aaaaah, foi muito legal'. São muitas emoções e você não pode explicar tudo".

Algoz de grandes nomes como Sloane Stephens, Caroline Wozniacki e Angelique Kerber, Kasatkina falou sobre a experiência de enfrentar uma lenda do esporte em um estáio cheio. "O público estava incrível", disse Kasatkina. "E para jogar contra Venus Williams numa quadra central, nos Estados Unidos e na semifinal de um dos maiores torneios do mundo, você em que colocar seu coração em quadra".

"Às vezes eu estava sorrindo na quadra", elaborou a russa. "Em um momento, você simplesmente começa a pensar que está na sessão noturna, com o estádio cheio, jogando contra uma lenda. Então eu começava a pensar: "Talvez seja o momento da minha vida" e então eu consegui curtir esse momento", completa a jovem jogadora que fará uma final da nova geração contra a japonesa Naomi Osaka no domingo.

"Venus estava jogando muito bem, honestamente", continuou a número 19 do mundo, que pode entrar no top 10 em caso de título. "Foi uma partida muito difícil. Eu devo dar-lhe o respeito, porque ela fez uma partida incrível", complementou a russa, que derrotou Venus pela segunda vez em três confrontos.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis