Notícias | Dia a dia
Puig afirma não ter ouvido ameaças a Wozniacki
26/03/2018 às 10h59

Puig encara quali norte-americana nas oitavas

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - O caso envolvendo a torcida e a dinamarquesa Caroline Wozniacki, que garantiu ter ouvido insultos e ameaças contra sua família na derrota de virada para a porto-riquenha Monica Puig ganhou mais um capítulo neste domingo.

Depois da direção do Premier de Miami se pronunciar sobre o assunto, afirmando que nem seguranças e tampouco qualquer membro da organização do torneio tenham ouvido tais ameaças ou notificação de algo do gênero durante o jogo, foi a vez de Puig comentar.

Classificada para as oitavas de final, a porto-riquenha foi questionada sobre a acusação de Wozniacki após sua vitória sobre a grega Maria Sakkari. "Sinceramente, eu não escutei nada", falou a atual 82 do mundo, que agora terá pela frente a norte-americana Danielle Collins.

"A torcida estava exaltada nos meus dois últimos jogos, mas não escutei nada assim. Tampouco falei com Wozniacki depois da partida", acrescentou a campeã olímpica nos Jogos do Rio, em 2016.

Puig vem tentando recuperar seu melhor tênis, que a levou ao ouro olímpico, e com a campanha até então em Miami deve ganhar 15 posições no ranking, ficando ainda 40 abaixo da melhor da carreira. "As coisas estão melhorando lentamente e espero que até o fim do ano voltem à normalidade", finalizou.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis