Notícias | Dia a dia
Bertens supera rodada dupla para ser campeã
08/04/2018 às 19h14

Holandesa cedeu apenas três games em rápida final no saibro

Foto: Divulgação

Charleston (EUA) - O movimentado domingo em Charleston terminou com o título de Kiki Bertens. Horas depois de vencer uma semifinal duríssima contra Madison Keys, chegando a salvar um match point, a holandesa conquistou o WTA Premier local disputado no saibro verde ao superar a alemã Julia Goerges na final por 6/3 e 6/1 em 58 minutos.

Por conta da chuva no último sábado, as semifinais e a final foram disputadas neste domingo. Embora tenha ficado 2h42 em quadra em sua primeira partida no dia, a holandesa jogou primeiro e acabou tendo um tempo maior de recuperação antes da final.

Aos 26 anos, Bertens conquista o quinto título de WTA na carreira, sendo o primeiro em nível Premier. Todas as conquistas da holandesa aconteceram no saibro, já que ela também foi bicampeã em Nuremberg e vencedora de torneios em Gstaad e Fes.

O título faz com que Bertens suba do 27º para o 21º lugar do ranking. Ela fica mais perto de igualar a melhor marca da carreira, a 18ª posição alcançada em maio do ano passado. Já Goerges ganha duas posições e aparecerá em 11º lugar a partir desta segunda-feira. A alemã de 29 anos debutou no top 10 no início do ano, mas perdeu terreno com eliminações precoces em Indian Wells e Miami.

Desde os primeiros games, Goerges teve dificuldades em seus games de saque. No set inicial, a alemã venceu apenas um dos nove pontos disputados com o segundo serviço e acabou permitindo três quebras à rival holandesa. Bertens manteve o domínio no segundo set e rapidamente abriu 5/0. Goerges até conseguiu confirmar o saque para evitar o 'pneu', mas a reação parou por aí. O prêmio para a campeã é de US$ 137 mil, além de 470 pontos no ranking.

O título de duplas em Charleston também ficou com vencedoras de uma rodada dupla. A russa Alla Kudryavtseva e a eslovena Katarina Srebotnik começaram o domingo vencendo a semifinal contra a ucraniana Kateryna Bondarenko e a sérvia Aleksandra Krunic por 7/5 e 6/2. Mais tarde, Kudryavtseva e Srebotnik mantiveram o embalo e venceram a final contra a eslovena Andreja Klepac e a espanhola María José Martínez Sánchez por duplo 6/3.

Comentários
Loja - livros
Mundo Tênis