Notícias | Copa Davis
Cansaço após primeiro dia motivou troca de Clezar
09/04/2018 às 13h58

Clezar perdeu na sexta e não jogou no sábado

Foto: Juan Carlos Quintero/Fedecoltenis

Barranquilla (Colômbia) - A substituição do gaúcho Guilherme Clezar pelo paulista João Pedro Sorgi para a disputa da quinta e decisiva partida contra a Colômbia, pela última rodada do Zonal Americano I da Copa Davis, que acabou com a vitória dos colombianos e a manutenção do Brasil por mais um ano na segunda divisão da competição, gerou questionamentos em cima do capitão João Zwetsch.

Nesta segunda-feira, através da assessoria de imprensa da CBT, o comandante brasileiro explicou a mudança feita para o jogo decisivo. "O ponto fundamental para a mudança foi porque o Clezar no primeiro dia acabou o jogo bem cansado. Deu para ver pelo placar que ele baixou muito o rendimento no segundo e no terceiro set pelo cansaço", falou Zwetsch.

"E a gente sabia que se tivesse um terceiro jogo, provavelmente seria o Alejandro González que jogaria, que é um cara muito sólido, que seria um jogo muito longo, como foi, com pontos muito longos com o Sorgi e não quisemos arriscar e colocar um jogador já um pouco desgastado para jogar uma partida que seria emocionalmente e fisicamente muito desgastante", acrescentou.

"Então, lançamos mão da nova regra que nos possibilitou colocar um jogador fisicamente inteiro para jogar a última partida", finalizou o comandante do time brasileiro, que viu sua aposta em Sorgi não surtir o efeito esperado. O paulista de Sertãozinho não repetiu o feito da rodada anterior da Davis e desta vez não foi o herói da vitória, sendo derrotado por González em sets diretos.

Comentários