Notícias | Dia a dia
Kvitova vence 10ª seguida e tenta o tri na Espanha
11/05/2018 às 16h59

Kvitova tenta conquistar seu quarto título na temporada

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - Bicampeã em Madri nos anos de 2011 e 2014, Petra Kvitova está a uma vitória de conquistar seu terceiro título no saibro da capital espanhola. Embalada pela conquista do WTA de Praga na semana passada, a tcheca venceu o décimo jogo seguido no saibro europeu ao superar a compatriota Karolina Pliskova por 7/6 (7-4) e 6/3 em 1h43 de partida.

Kvitova segue sem perder para Pliskova, agora com três vitórias em três duelos. De quebra, a número 10 do mundo encerra uma invencibilidade de nove jogos da ex-líder do ranking e atual sexta colocada. Pliskova foi campeã em Stuttgart há duas semanas e não atuou na capital de seu país.

Outro número expressivo para Kvitova é o fato de ela ter vencido 32 jogos e perdido apenas quatro contra outras jogadoras tchecas. Na atual temporada, são sete vitórias diante das compatriotas e apenas uma derrota para a canhota Kristyna Pliskova (irmã gêmea de Karolina) em Charleston. A bicampeã de Wimbledon chegou a vencer 24 jogos seguidos contra suas conterrâneas.

Dona de 22 títulos no circuito, sendo três deles na atual temporada, Kvitova disputará a trigésima final de sua carreira. A canhota de 28 anos enfrentará a 20ª colcoada holandesa Kiki Bertens, que tem cinco títulos no circuito, todos eles no saibro. Kvitova venceu o único duelo anterior contra Bertens, na grama de Wimbledon em 2015.

Primeira a quebrar na partida, Pliskova chegou a sacar para fechar o set inicial quando liderava por 5/4, mas não aproveitou a chance. A ex-líder do ranking começou o tiebreak vencendo por 2-0, mas Kvitova reagiu em grande estilo, vencendo quatro pontos seguidos, com direito à um excelente drop shot. Um erro não-forçado da jogadora canhota igualou as ações, mas Pliskova cometeu duas duplas faltas seguidas nos dois últimos pontos do set inicial.

A vantagem de Kvitova ficou maior com uma quebra na abertura do segundo set. Ela só teria o saque ameaçado no quarto game da parcial, quando reverteu um 0-40, e depois só perderia mais quatro pontos em seus games de serviço. A canhota seguia sendo mais eficiente do fundo de quadra e voltaria a quebrar no nono game. Kvitova liderou a contagem de winners por 32 a 21 e cometeu 31 erros contra 31 da rival.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis