Notícias | Dia a dia
ITF rejeita acusação contra Cornet no antidoping
15/05/2018 às 14h31

Cornet era acusada de não realizar três exames nos últimos doze meses

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - A Federação Internacional de Tênis (ITF) decidiu rejeitar nesta terça-feira o processo que acusava a francesa Alizé Cornet de descumprir os termos do Programa Antidoping do Tênis. Além do arquivamento do caso, a decisão também cita que não haverá nenhuma cobrança financeira.

Cornet havia sido acusada no dia 11 de janeiro de não ter feito três exames antidoping no período de dozes meses após não ter se colocado à disposição para a realização dos testes fora do período de competição nos locais e horários em que havia indicado em formulários da entidade.

Após análise do caso, um tribunal independente concluiu por decisão majoritária que o diretor de controle de dopagem não cumpriu todos os requisitos do Artigo I.4.3 da Norma Internacional para Testes e Investigações em relação ao terceiro exame. Especificamente, a autoridade não fez "o que era razoável nas circunstâncias para tentar localizar a jogadora, a não ser que a atleta tivesse recebido qualquer aviso prévio sobre o teste". Por essa razão, a acusação de que Cornet não realizou o terceiro teste deixa de existir.

Mesmo durante o andamento do processo, Cornet não foi impedida de jogar e poderia disputar o circuito normalmente até a divulgação da sentença. A francesa de 28 anos aparece no 32º lugar do ranking e teve como melhores resultados na temporada as quartas de final em Brisbane, Charleston e Stuttgart.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis