Notícias | Dia a dia
'Eu não conseguia correr hoje', reconhece Halep
20/05/2018 às 16h44

Romena estava ciente de que o desgaste físico comprometeu seu desempenho

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Superada por Elina Svitolina na final do WTA Premier de Roma, Simona Halep reconhece que o desgaste acumulado da semifinal no dia anterior comprometeu seu desempenho. Entretanto, a romena fez questão de enaltecer a grande atuação da algoz ucraniana, que conquistou o bicampeonato no saibro italiano.

"Ela foi muito sólida. É assim toda vez que eu jogo contra ela. Então ela fez um bom bom jogo e mereceu ganhar, com certeza", disse Halep após a derrota por 6/0 e 6/4. A romena segue com apenas duas vitórias em seis jogos diante de Svitolina.

"Acho que eu estava um pouco tensa e os músculos estavam um pouco duros. Eu não conseguia correr", comentou a número 1 do mundo. "Sabia que eu teria que correr neste jogo e não comecei bem. Talvez eu estivesse um pouco apressada e ela não errava. Perdi o primeiro set, mas então a partida ficou um pouco melhor e foi bom poder terminar jogando bem".

Halep vinha de uma vitória desgastante contra Maria Sharapova no último sábado, em jogo que durou 2h23 e precisou de atendimento para as costas durante o segundo set. "Toda vez que eu jogo contra a Sharapova, ela bate muito reto na bola e eu tenho que me abaixar muito, então minhas costas ficam um pouco doloridas", comentou a romena de 26 anos. "Mas não é culpa a lesão. Hoje, eu só não estava descansada o suficiente para começar a partida melhor".

Ainda em busca de seu primeiro título de Grand Slam, Halep será a principal cabeça de chave em Roland Garros. Finalista em Paris em duas oportunidades, a romena não pensa em favoritismo e diz que várias jogadoras têm condições de vencer o torneio. "Talvez cinco ou seis jogadoras sejam um pouco mais fortes no saibro", avalia a líder do ranking. "Mas acho que o tênis feminino mudou e todo torneio é muito aberto. Todas têm a chance de ganhar, até mesmo um Grand Slam. Então, vamos ver o que vai acontecer.

"No ano passado, eu cheguei à final. Então, podemos pensar sobre isso. Mas há muitos jogos antes da final. Então, desejo ir para lá e estar pronta e me sentir bem e vencer a primeira rodada Porque a primeira rodada é sempre a mais difícil", complementou a atual vice-campeã do Grand Slam francês.

Comentários
Loja - livros
Mundo Tênis