Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Seis jogadoras disputam o número 1 em Paris
23/05/2018 às 20h39

Halep, Wozniacki, Muguruza, Svitolina, Pliskova e Garcia disputam a liderança do ranking em Roland Garros

Foto: Divulgação

Paris (França) - A disputa pela liderança do ranking da WTA será intensa em Roland Garros. A número 1 do mundo Simona Halep será ameaçada por outras cinco jogadoras que buscam a primeira colocação, Caroline Wozniacki, Garbiñe Muguruza, Elina Svitolina, Karolina Pliskova e Caroline Garcia serão as concorrentes da romena em Paris. O sorteio da chave acontece nesta quinta-feira.

Finalista no ano passado em Roland Garros, Halep tem 1.300 pontos a defender e precisa chegar, pelo menos, à semifinal para não perder a lideraça. Caso a atual segunda colocada Caroline Wozniacki chegue às quartas de final, a romena fica obrigada a ser finalista em Paris. Um eventual título do Grand Slam francês garantiria a permanência de Halep na liderança independentemente dos resultados de suas concorrentes.

Wozniacki, que chegou às quartas no ano passado e defende 430 pontos, é quem tem mais chances de sair de Paris como número 1. Mesmo que perca na primeira rodada, a dinamarquesa ainda terá chances de voltar à liderança se contar com resultados negativos das demais postulantes. A campeã do Australian Open pode retomar a liderança com seu segundo título de Grand Slam ou ainda se contar com quedas de Halep e Muguruza antes das semifinais e título para uma jogadora que não seja Svitolina, Garcia ou Pliskova.

Muguruza, que já liderou o ranking por quatro semanas no ano passado, precisa pelo menos de semi para ter chances de voltar à liderança. Entretanto, caso Wozniacki vença um jogo em Paris, a espanhola fica obrigada a ser finalista do Grand Slam francês. Campeã do torneio em 2016, ela pode voltar ao topo do ranking se conquistar o segundo título, desde que a concorrente dinamarquesa não seja finalista.

Elina Svitolina, Karolina Pliskova e Caroline Garcia precisam ser campeãs de Roland Garros e depender de outros resultados. Vinda de título em Roma, a ucraniana precisa que Wozniacki não seja semifinalista e Halep não alcance a final. A tcheca precisa que a dinamarquesa perca na primeira rodada, que a romena não seja semifinalista e que a espanhola não chegue à final. Já a francesa precisa que Wozniacki não chegue às oitavas, que Halep não alcance a penúltima rodada e que Muguruza não seja campeã ou vice.

Comentários