Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Sharapova sobrevive a altos e baixos na estreia
29/05/2018 às 11h52

Sharapova fechou o jogo com um 'pneu' moral

Foto: Divulgação

Paris (França) - A estreia da russa Maria Sharapova em Roland Garros, um ano após a polêmica do convite que lhe foi negado pela organização do torneio, foi marcada por seus altos e baixos. No final, a ex-número 1 do mundo terminou por cima e venceu a holandesa Richel Hogenkamp em três sets, com placar final de 6/1, 4/6 e 6/3.

Cabeça de chave 28, a bicampeã do torneio terá como próxima adversária a croata Dona Vekic, que superou a ucraniana Kateryna Bondarenko na estreia com o placar final de 6/2 e 6/4. Será a primeira vez que Sharapova enfrentará a croata, atual 50 do mundo e dez anos mais nova do que a russa.

O começo de partida de Sharapova foi muito bom, ela venceu o primeiro set com propriedade, cedendo apenas um game à rival, e chegou a abrir 3/1 no segundo. Foi então que Hogenkamp inverteu a situação, faturou a segunda parcial com 6/4 e abriu 3/0 na terceira. A russa mostrou porque já venceu cinco Grand Slam e se recolocou na partida, faturou seis games seguidos e assim arrancou para a vitória.

Jogo duro teve também a belga Elise Mertens, que precisou de dois tiebreaks e três sets para superar a norte-americana Varvara Lepchenko, anotando parciais de 6/7 (9-11), 7/6 (7-4) e 6/0. Na segunda rodada, a 16ª pré-classificada medirá forças com a britânica Heather Watson, que no dia anterior tirou a atleta da casa Oceane Dodin ao marcar placar final de 6/3 e 6/0.

Outra belga que entrou em quadra nesta terça-feira, Alison van Uytvanck teve vida bem mais tranquila e passou fácil pela convidada australiana Isabelle Wallace ao marar arrasadores 6/1 e 6/0. Ela espera agora pela vencedora do duro confronto envolvendo a alemã Julia Goerges, 11ª mais bem cotada no saibro parisiense, e a pequenina eslovaca Dominika Cibulkova.

Comentários