Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Djokovic sente que melhorou quando mais importava
30/05/2018 às 15h28

Sérvio acredita que seu nível subiu nos momentos decisivos

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de marcar sua segunda vitória em Roland Garros, Novak Djokovic não aprovou a atuação que teve nesta quarta-feira diante do espanhol vindo do quali Jaume Munar. Entretanto, o sérvio destaca e comemora o fato de ter jogado em melhor nível técnico nos momentos mais importantes de sua vitória em sets diretos.

"Eu passei por meus altos e baixos e [não] estou realmente satisfeito com o desempenho", disse Djokovic após a vitória por 7/6 (7-1), 6/4 e 6/4. "Eu apenas joguei bem nos momentos certos para ganhar o jogo. Então, espero que meu nível aumente e melhore na próxima partida", acrescenta o ex-número 1 do mundo que enfrenta na terceira rodada o também espanhol Roberto Bautista Agut, contra quem tem seis vitórias e uma derrota.

Djokovic elogiou a boa atuação que o jovem rival de 21 anos e 155º do ranking teve nesta quarta-feira. "O crédito para ele por lutar e jogar bem. Eu não o vi jogar tantas vezes, mas sei que Rafa Nadal é seu mentor, porque ele treina em sua academia. Então obviamente ele estava bem preparado para o jogo. Ele luta por todas as bolas, chega em muitas delas e é dez anos mais novo que eu", comenta o sérvio, sorrindo".

Depois de dominar o circuito em 2015 e conquistar os quatro Grand Slam seguidos entre Wimbledon daquele ano e Roland Garros em 2016, Djokovic sente que o momento de sua vida e e de sua carreira são outros. O jogador de 31 anos mantém o sonho de lutar por títulos, mas reiterou o que já vinha dizendo nos últimos anos que a família é uma prioridade em relação ao tênis.

"Eu não quero ser a mesma pessoa e o mesmo jogador que eu era há dois, três ou quatro anos. Tenho uma vida diferente, sou pai de dois filhos e há muitas coisas diferentes que priorizo na vida. Não se trata apenas do tênis, como era antes. Então você deve se adaptar e tentar encontrar as melhores soluções possíveis para equilibrar todos os aspectos da sua vida", complementou o atual 22º colocado no ranking.

Comentários