Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Chave para Wozniacki foi neutralizar saque da rival
30/05/2018 às 20h25

A dinamarquesa destacou o bom desempenho de suas devoluções

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de vencer com muita tranquilidade seu jogo da segunda rodada de Roland Garros, Caroline Wozniacki avalia que as boas devoluções foram fundamentais para a construção da excelente vitória sobre a espanhola Georgina García Pérez nesta quarta-feira.

"Eu neutralizei o saque dela, o que era o principal", disse Wozniacki após a vitória por 6/1 e 6/0 contra a rival de 1,87m e 219ª do ranking. A dinamarquesa conseguiu cinco quebras na partida. "E a partir da linha de base, senti que estava no controle durante a maior parte do tempo. Foi definitivamente um bom jogo".

Apesar do amplo domínio da partida, Wozniacki rechaça que o jogo de apenas 51 minutos tenha sido fácil, até pelo fato de o saibro não ser seu piso favorito. "Acho que não há partidas fáceis de verdade, especialmente no saibro. Então, estou apenas tentando manter o ritmo e tentar jogar o meu melhor tênis", avaliou a número 2 do mundo.

Campeã do Australian Open e em busca de seu segundo título de Grand Slam, Wozniacki agora se prepara para enfrentar a francesa Pauline Parmentier, 74ª do ranking, contra quem tem três vitórias e uma derrota. A dinamarquesa de 27 anos comentou sobre sua rotina para lidar mentalmente com torneios longos, visando estar em boas condições nas fases finais.

"Honestamente, sempre que eu disputo um Grand Slam e acho que tem alguma coisa que eu não gosto no meu jogo eu tento apenas seguir em frente e pensar em minha próxima adversária. Tento usar meus dias livres apenas para descansar porque duas semanas é bastante tempo".

Comentários