Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Soares e Murray amargam uma dura queda precoce
02/06/2018 às 10h14

Paris (França) - Durou muito pouco a participação do mineiro Bruno Soares e do britânico Jamie Murray neste ano em Roland Garros. Embora ostentassem o posto de cabeças de chave número 3, eles não conseguiram passar da segunda rodada e foram eliminados neste sábado pela parceria sul-americana do chileno Nicolas Jarry com o argentino Maximo Gonzalez, que triunfaram com placar final de 6/4, 5/7 e 6/4.

A partida que decretou a queda de Soares e Murray no saibro parisiense começou um dia antes, na sexta-feira, sendo paralisada por causa da chuva no começo do primeiro set, quando os rivais já venciam por 3/2 e com quebra de vantagem. Eles voltaram à quadra 3 no dia seguinte para completar o duelo e Jarry/Gonzalez mantiveram a dianteira no set inicial até o fim e abriram 1 a 0 no confronto.

O mineiro e o britânico conseguiram reagir e levaram a melhor na segunda parcial, em que abriram 4/2, chegaram a perder a vantagem no nono game, mas anotaram nova quebra no 12º para deixar tudo igual e levar a definição para o terceiro set, no qual cada time teve duas chances de quebra em games distintos. Bruno e Jamie não aproveitaram as oportunidades, enquanto Jarry e Gonzalez agarraram uma e venceram o jogo.

Nas oitavas de final, Jarry e Gonzalez terão como oponentes os franceses Calvin Hemery e Stephane Robert, que entraram na chave como alternates e já conseguiram vencer duas, a última delas diante de outra dupla sul-americana, batendo de virada o argentino Horacio Zeballos e o chileno Julio Peralta, cabeças de chave 15, com parciais de 2/6 7/5 e 6/4.

Comentários