Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Nadal domina, amplia sequência e ameaça Borg
02/06/2018 às 11h47

Nadal está a uma vitória de alcançar sua 900ª

Foto: Divulgação

Paris (França) - Maior vencedor da história em Roland Garros, o espanhol Rafael Nadal está cada vez mais perto de derrubar outra marca do sueco Bjorn Borg no torneio. Com a vitória maiúscula deste sábado sobre o francês Richard Gasquet por 3 sets a 0, com placar final de 6/3, 6/2 e 6/2, o canhoto de Mallorca ampliou sua sequência de parciais vencidas no saibro parisiense para e 34 e se aproxima do recorde.

Entre 1979 e 1981, Borg faturou 41 sets seguidos no evento francês e agora pode ver Nadal suplantar mais esse seu recorde. O número 1 do mundo tinha como melhor marca 32 sets consecutivos, mas já deixou para trás esses números e está a mais sete de igualar o sueco. Garantido pela 40ª vez nas oitavas de um Grand Slam, ele tem a sexta que mais vezes foi tão longe na Era Aberta.

Uma das surpresas da competição, o alemão Maximiliam Marterer será o próximo desafio no caminho do espanhol. Atual 70 do mundo, o germânico de 22 anos foi o algoz do canadense Denis Shapovalov e agora despachou o estoniano Jurgen Zopp com parciais de 6/2, 6/1 e 6/4.

O resultado deste sábado só não foi um vexame maior para Gasquet porque Nadal diminuiu o ritmo ao final do primeiro set, depois que já tinha feito 5/0 em apenas 14 minutos. O francês entrou tão sem perspectiva que só foi ganhar um ponto no terceiro game e recebeu constrangedor aplauso de sua torcida. Ao menos, reagiu, ganhou três games e ficou perto de tirar outro serviço de Nadal, quando abriu 0-30 e desperdiçou devolução de segundo saque.

Gasquet abriu o segundo set dando a impressão que conseguiria sacar melhor e aí sair das trocas que não lhe rendiam nada. Fez 40-15, mas não embalou e aí novamente viu o espanhol disparar no placar, cobrindo com perfeição toda a quadra. Ao sacar melhor, Gasquet ao menos diminuiu o placar, mas nunca ameaçou o serviço.

O terceiro set não foi muito diferente. Enquanto trabalhou com o primeiro serviço, Gasquet teve chances de manter Nadal sob alguma pressão. No entanto, isso não foi uma constante e ele viu o poderoso adversário abrir grande distância. Pelo menos, conseguiu se safar pela terceira vez do 'pneu', mas não escapou de perder pela 16ª vez seguida no circuito da ATP, amargando uma das maiores freguesias da Era Aberta.

Comentários