Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Schwartzman luta bravamente e tem grande virada
04/06/2018 às 10h17

Schwartzman faz a melhor campanha da vida em Paris

Foto: Divulgação

Paris (França) - O espírito de luta do pequenino argentino Diego Schwartzman foi o responsável por uma das viradas mais inesperadas de Roland Garros. Dominado pelo grandalhão sul-africano Kevin Anderson nos dois primeiros sets, ele não desistiu da partida e mesmo não jogando seu melhor lutou até o fim. A recompensa veio com uma sensacional vitória com parciais de 1/6, 2/6, 7/5, 7/6 (7-0) e 6/2.

Depois de superar uma batalha de 3h51 e garantir pela primeira vez vaga nas quartas de final em Paris, o argentino deverá ter pela frente o espanhol Rafael Nadal, decacampeão do torneio, que confirmou o favoritismo contra o alemão Maximiliam Marterer e segue sem perder set. O número 1 do mundo tem ampla vantagem contra Schwartzman, tendo vencido os cinco confrontos anteriores entre eles.

Com serviço calibrado e excelente movimentação no fundo de quadra, Anderson teve tudo para liquidar rapidamente o jogo quando abriu 5/3 e saque no terceiro set. Mostrou-se um pouco apressado e pagou caro, perdendo quatro games seguidos.

Ainda assim, Anderson ainda era o melhor jogador em quadra. Tentava sempre ser agressivo nas devoluções e cortar o tempo do argentino e dessa forma de novo teve a chance de ir às quartas, com 5/4 e saque. Foi ainda pior e não ganhou pontos. Perdeu então de vez a confiança e viu Schwartzman massacrar no tiebreak.

O tenso quinto set viu uma gangorra com quebras sucessivas nos cinco primeiros games. Já sem confiança, Anderson não sabia mais como manter o serviço e o argentino soube fazê-lo jogar todos os pontos até completar uma virada incrível, que o fez igualar sua melhor campanha da carreira em Slam, repetindo as quartas obtidas no US Open do ano passado.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series