Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Thiem bate esgotado Zverev e faz 3ª semi seguida
05/06/2018 às 11h04

Thiem tem agora 5 vitórias em 7 jogos contra Zverev

Foto: Divulgação

Paris (França) - O ótimo histórico de Dominic Thiem no saibro e as longas maratonas de cinco sets que Alexander Zverev enfrentou nas rodadas passadas entraram em quadra no sétimo duelo entre os dois, nesta terça-feira, pelas quartas de final de Roland Garros. Somados esses fatores e o produto foi uma vitória até que tranquila do austríaco, que precisou de apenas três sets para derrubar o alemão com o placar final de 6/4, 6/2 e 6/1.

Nas semifinais, o sétimo pré-classificado terá como adversário quem passar do embate envolvendo o sérvio Novak Djokovic e o italiano Marco Cecchinato. Ele tem histórico negativo contra o ex-número 1 do mundo (5 a 2), mas venceu as duas últimas, ambas no saibro. Já contra o italiano foram dois jogos e um triunfo para cada lado.

Com o triunfo e a vaga nas semifinais, Thiem não apenas iguala a campanha dos dois últimos anos como também se torna o austríaco que mais vezes chegou na penúltima fase no Grand Slam francês, deixando para trás Thomas Muster, o campeão de 1995. Contudo, essas são as únicas três semis que ele já alcançou, sendo que Muster soma quatro ao todo, sendo outras duas no Australian Open.

Thiem também se isolou como o segundo da história de seu país com mais vitórias no saibro francês, com suas 17, deixando para trás as 16 de Jurgen Melzer. Só que para chegar na marca do recordista Muster ele terá quase que dobrar o número, já que o ex-número 1 do mundo conquistou 32 triunfos na competição.

Já no começo da partida Zverev mostrou que os longos jogos pelos quais passou nas últimas rodadas acabariam cobrando a conta em algum momento. E ela veio justamente quando ele mais iria precisar do físico, já que do outro lado o rival era um especialista no saibro e um cara acostumado já a vencer em Roland Garros. No terceiro game, o germânico levou a mão à coxa esquerda, que mais tarde receberia atendimento médico.

O primeiro set foi o único realmente disputado e a definição veio com uma quebra solitária de Thiem no sétimo game. Sentindo o cansaço, Zverev foi pouco a pouco diminuindo o ritmo e se tornou presa fácil para o austríaco. Logo após perder o saque no começo da segunda parcial, o alemão pediu atendimento na parte posterior da coxa esquerda.

Zverev voltou para quadra após ter a coxa enfaixada, mas já não conseguia fazer muita frente ao austríaco, que voltou a quebrá-lo para vencer o segundo set por 6/2. A terceira parcial foi quase um monólogo de Thiem, que abriu 4/0 e teve três break-points para se aproximar do 'pneu', mas viu o cabeça de chave 2 se salvar provisoriamente, mas sem conseguir mais tarde evitar sua quinta derrota em sete confrontos.

Comentários