Notícias | Dia a dia
'A era do Big Four acabou', decreta Boris Becker
06/06/2018 às 09h33

Becker destacou nomes novos como realidade

Foto: Arquivo

Paris (França) - A esperada troca de guarda no circuito masculino já é uma realidade para o alemão Boris Becker. Em entrevista ao Eurosport, o ex-número 1 do mundo decretou o fim do 'Big Four' e já vê como realidade nomes mais novos como o caso do alemão Alexander Zverev e do austríaco Dominic Thiem.

"Creio que os meios de comunicação precisam começar a se acostumar que o Big Four já não existe mais. É um momento difícil, pois eles continuam chamando os jovens de nova geração, mas há casos como o de Zverev e Thiem que já se consolidaram no top 10", disse o germânico, destacando que não há termos para descrevê-los.

Becker também falou sobre o até então decacampeão de Roland Garros, o espanhol Rafael Nadal, acreditando ser quase impossível alguém igualar seu feito no saibro de Paris. "É pouco provável que se repita, pois ele não chegou apenas em 10 finais, mas ganhou todas elas. A maioria dos jogadores perde uma ou outra, mas ele não, venceu todas e isso é excepcional", falou.

Também entrou na lista de assuntos o suíço Roger Federer, que mais uma vez optou por não disputar um torneio sequer no saibro e pulou toda a temporada neste piso indo direto para a grama. O alemão se mostrou compreensivo com a opção e defendeu o tenista da Basileia.

"Ele tem o direito de tomar suas decisões. Acho que ele já fez tanto por esse esporte que não devemos questionar opções como essa, até porque ele tem que cuidar de si mesmo e tem ambições em Wimbledon. Com 36 anos é preciso fazer alguns sacrifícios", finalizou o ex-líder do ranking.

Comentários
Loja - livros
Mundo Tênis