Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Del Potro volta à semi após nove anos. E chora.
07/06/2018 às 10h12

Del Potro terminou o jogo com 19 aces

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de uma longa espera, enfim o argentino Juan Martin del Potro voltará a disputar uma semifinal de Roland Garros. Nove anos se passaram desde a última vez que ele foi tão longe no saibro parisiense e o retorno foi garantido nesta quinta-feira, quando ele concretizou sua vitória sobre o croata Marin Cilic, anotando parciais de 7/6 (7-5), 5/7, 6/3 e 7/5. Ao final, emocionado, não segurou as lágrimas durante a entrevista em quadra.

A volta de Delpo à penúltima rodada no Grand Slam francês não será nada fácil, já que ele terá pela frente o espanhol Rafael Nadal, decacampeão do torneio. Será o 15º duelo entre eles e o canhoto de Mallorca tem vantagem com nove vitórias e apenas cinco derrotas. O único embate no saibro aconteceu justamente em Paris, 11 anos atrás, com o número 1 do mundo levando a melhor.

Sexto argentino a disputar pelo menos duas semifinais no torneio Del Potro é agora o segundo de seu país que mais vezes foi tão longe em um Slam, igualando as cinco vezes que David Nalbandian chegou à penúltima rodada. Ao conquistar a vitória nesta quinta-feira, ele chegou às 19 em Roland Garros, empatando como Martin Jaite como o quarto maior vencedor da Argentina, atrás de Nalbandian (20), Gaston Gaudio (21) e Guillermo Vilas (58).

Com sua campanha na competição, Del Potro garantirá o retorno à quarta colocação no ranking, igualando sua melhor marca, algo que não acontecia desde 10 de fevereiro de 2014. Ele ultrapassará o alemão Alexander Zverev se for campeão.

Iniciado na quarta-feira, o duelo com Cilic foi paralisado por chuva no tiebreak do primeiro set com tudo igual em 5-5. No retorno, o argentino venceu os dois pontos que precisava para fechar a parcial e abrir 1 a 0. Cabeça de chave 3, o croata seguiu lutando e tratou de deixar tudo igual ano anotar dois breaks e sofrer apenas um no segundo set.

Cilic manteve o embalo na terceira parcial e chegou a ter 3/1, mas então acabou perdendo cinco games seguidos e viu Delpo voltar à frente no marcador. O jogo foi decidido no quarto set, em que bastou ao croata um reles vacilo no saque. Ele não foi bem ao servir em 5/5, saiu de 0-40, salvou um break-point, mas não resistiu ao segundo. No game seguinte, o argentino confirmou e fechou a partida.

Comentários