Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Semifinalista, Del Potro comemora 'escolha certa'
07/06/2018 às 18h08

Depois de ter dúvidas se jogaria em Paris, o argentino repete sua melhor campanha

Foto: Divulgação

Paris (França) - Semifinalista de Roland Garros depois de ter colocado em dúvida sua participação no Grand Slam francês, Juan Martin del Potro comemora o fato de ter feito a escolha certa. O argentino não saberia se poderia jogar po conta de uma lesão no adutor da perna esquerda sofrida durante o Masters 1000 de Roma, mas se recuperou e igualou sua melhor campanha no torneio.

"Estou muito feliz por ter tomado a decisão certa de jogar aqui", disse Del Potro após a vitória por 7/6 (7-5), 5/7, 6/3 e 7/5 sobre Marin Cilic nas quartas de final. "É claro que eu não esperava chegar às semifinais algumas semanas antes, mas agora estou aqui e ainda estou vivo. Fisicamente, estou bem e espero poder estar pronto para amanhã".

Del Potro volta à semifinal em Paris depois de nove anos. O atual número 6 do mundo também retorna ao quarto lugar do ranking, igualando a melhor marca da carreira. O experiente jogador de 29 anos chegou a ficar fora de três edições seguidas de Roland Garros, entre 2013 e 2016, sendo duas por conta das lesões e cirurgias no punho esquerdo e outra por ter contraído uma doença respiratória dias antes do torneio.

"Todo mundo sabe que eu estava quase desistindo desse esporte há dois anos, mas nunca desisto. Eu tentava todos os dias corrigir o problema no meu punho, e finalmente consegui. Agora estou tendo um ótimo presente, e estou ansioso pelo futuro. Eu não esperava estar novamente no top 5, e nem chegar à semifinal em um grande torneio depois de todas as lesões".

A partida diante de Cilic havia sido suspensa ainda durante o primeiro set na última quarta-feira, quando o tiebreak estava empatado por 5-5. Para Del Potro, vencer dois pontos seguidos e definir a parcial trouxe bastante confiança para a sequência do jogo.

"Foi muito importante ganhar o primeiro set", reconheceu o argentino. "Não foi uma boa noite de sono porque eu estava pensando demais onde poderia sacar, se seia no T ou aberto. Eu fiz muitas perguntas para mim mesmo. Mas então eu tive sorte de ganhar o primeiro set, jogando dois bons pontos e isso foi o suficiente para começar um novo jogo depois disso".

Del Potro agroa se prepara para enfrentar o número 1 e dez vezes campeão do torneio Rafael Nadal. Antes do torneio, o argentino já havia reconhecido o favoritismo do espanhol e dizia que teria poucas chances em um eventual confronto. O discurso é reiterado às vésperas do reencontro.

"Eu ainda penso da mesma forma. E daqui a dois anos, vou continuar pensando a mesma coisa, porque o Rafa só perdeu dois jogos aqui em toda a sua vida. Por causa da maneira como ele é, por sua forma física e pela forma como ele joga. Ele é o rei do torneio, mas é sempre um prazer enfrentá-lo em um Grand Slam", disse o argentino que tem cinco vitórias e nove derrotas contra Nadal, mas nunca venceu o espanhol no saibro. "São momentos únicos, e muitos jogadores gostariam de ter essa oportunidade. Temos que aproveitar o momento e vou tentar aproveitá-lo amanhã".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series