Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Thiem realiza sonho e faz final inédita em Slam
08/06/2018 às 10h28

Thiem é o jogador que mais venceu na temporada

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de bater na trave nos dois últimos anos, parando em ambos nas semifinais de Roland Garros, o austríaco Dominic Thiem enfim conseguiu superar e penúltima rodada do torneio e irá realizar o sonho de disputar sua primeira final de Grand Slam. Nesta sexta-feira, ele fez valer o favoritismo para cima do italiano Marco Cecchinato, maior surpresa da competição, e levou a melhor em sets diretos, anotando placar final de 7/5, 7/6 (12-10) e 6/1.

Derrotado pelo sérvio Novak Djokovic na semi de 2016 e pelo espanhol Rafael Nadal na de 2017, o austríaco de 24 anos se tornou o segundo representante de seu país a alcançar uma decisão nos quatro principais torneios do circuito, igualando o feito de Thomas Muster, que em 1995 sagrou-se campeão no saibro parisiense ao derrubar o norte-americano Michael Chang na final por 3 sets a 0.

Thiem espera agora pela definição de seu oponente na final, que sairá do grande jogo envolvendo o espanhol Rafael Nadal, decacampeão do Slam francês, onde só perdeu duas vezes, e o argentino Juan Martin del Potro. O austríaco tem três vitórias em nove embates com o canhoto de Mallorca, todos eles no saibro, ao passo que perdeu todos os quatro jogos que fez com Delpo, três deles em quadras duras.

Ao derrotar Cecchinato nesta sexta, o atual 8 do mundo se tornou o jogador com mais vitórias na temporada, alcançando sua 35ª no ano, uma a mais do que o segundo colocado, o alemão Alexander Zverev, sua vítima nas quartas de final. Os outros dois semifinalistas de Paris, Nadal e Del Potro dividem a terceira colocação ambos com 28.

Responsável pela eliminação do sérvio Novak Djokovic, nas quartas, do belga David Goffin, nas oitavas, e do espanhol Pablo Carreño, na terceira rodada, o italiano fez um jogo duro enquanto aguentou e equilibrou bastante os dois primeiros games. Na parcial inicial, ele saiu atrás, chegou a devolver a quebra, mas viu Thiem tomar vantagem de novo no 11º game e em seguida sacar para fechar.

O segundo set foi o mais duro de todos, Cecchinato salvou os dois únicos break-points que surgiram no decorrer da disputa e a definição foi para o tiebreak, que esteve aberto para ambos os lados. O austríaco perdeu três set-points com o saque e um na devolução, ao passo que o italiano teve dois na devolução e um com o saque. Na quinta chance que teve, Thiem não deixou a chance passar e abriu 2 a 0.

Com o placar amplamente favorável, Thiem enfim deslanchou na partida e saiu abrindo 5/0 no terceiro set. Cecchinato fez o seu game de honra e até ameaçou devolver uma das quebras quando o cabeça de chave 7 sacou para o jogo, mas perdeu os dois break-points que teve e acabou mesmo eliminado da competição.

Comentários