Notícias | Dia a dia
Kurata e Carolina Alves avançam no saibro europeu
12/06/2018 às 16h05

Carol Meligeni Alves eliminou a terceira favorita do torneio espanhol

Foto: Divulgação

Barcelona (Espanha) - A campineira Carolina Meligeni Alves estreou com vitória no ITF de US$ 25 mil disputado no saibro espanhol de Barcelona. A jovem de 22 anos e 529ª do ranking surpreendeu a terceira favorita venezuelana Andrea Gamiz, 279ª colocada, ao marcar 6/0 e 7/6 (7-5) em 1h49 de partida.

Carol Meligeni Alves alcançou o melhor ranking da carreira em outubro do ano passado, quando ocupou o 425º lugar. Ela tenta chegar às quartas de final em um torneio pela terceira vez na temporada, e para isso precisa vencer a espanhola de 20 anos e 306ª do ranking Aliona Bolsova Zadoinov.

Já a paulistana Laura Pigossi, que treina na Espanha e é 502ª do ranking, foi eliminada ainda na rodada de estreia. Pigossi perdeu para a convidada local de 17 anos e ainda sem ranking profissional Carlota Martinez Cirez por 3/6, 6/2 e 6/3.

Kurata mantém embalo - Depois de ter feito uma boa campanha no saibro italiano de Brescia na semana passada, onde foi desde o quali até as oitavas em um ITF de US$ 60 mil, Nathaly Kurata voltou a fazer um bom resultado.

A paulista de 25 anos e 433ª do ranking estreou com vitória no ITF de US$ 25 mil no saibro alemão de Essen ao marcar 6/3 e 7/5 contra a egípcia Sandra Samir. Kurata novamente veio do quali no torneio desta semana e enfrenta nas oitavas a ucraniana Olga Ianchuk.

Teliana e Pedretti caem - Vindas do qualificatório no ITF de US$ 25 mil no saibro italiano de Padova, a pernambucana Teliana Pereira e a paulista Thaísa Pedretti foram eliminadas na primeira rodada da chave principal nesta terça-feira.

Teliana, que já foi top 50 e hoje aparece apenas no 622º lugar do ranking, caiu diante da cabeça 4 local e 250 do mundo Georgia Brescia com duplo 6/2. Já a jovem Pedretti, jogadora de 19 anos e 490ª colocada, está com o melhor ranking da carreira e perdeu para a segunda favorita Ipek Soylu, 232ª do ranking, por 6/2 e 6/4.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis