Notícias | Dia a dia
Murray não garante que voltará a seu melhor nível
17/06/2018 às 11h31

Murray voltará ao circuito depois de 11 meses

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de uma longa espera, o britânico Andy Murray enfim voltará ao circuito na próxima semana. O ex-número 1 está inscrito no ATP 500 de Queen's, onde não deu sorte no chaveamento e logo na estreia terá pela frente o australiano Nick Kyrgios. Apesar disso, ele se mostra contente só com o fato de poder retornar e avisa que não sabe se conseguirá jogar no mesmo nível de antes.

"Não sei se vou perder para jogadores que antes eu sempre vencia ou não, terei que aprender a lidar com essas possibilidades quanto surgirem dentro de quadra. Adoraria voltar ao meu melhor nível e seguirei treinando e fazendo tudo que for possível para isso. Caso eu não consiga também não será o fim do mundo. O mais importante é que eu consiga votar a jogar", disse Murray em entrevista ao Metro.

O período longe do circuito fez o britânico repensar algumas coisas e ver com outros olhos sua carreira como tenista. "Quando você fica tanto tempo fora se lembra de que começou a jogar tênis porque ama este esporte. Não comecei jogando na Quadra Central de Wimbledon e com o objetivo de ser número 1 do mundo", comentou o atual 157 do mundo.

"No começo eu não achava que poderia alcançar nenhum desses meus sonhos de criança. Simplesmente comecei a jogar porque era algo que gostava de fazer. E continuei fazendo por toda minha vida e minha carreira. A pressão é algo que te faz amadurecer e te ajuda a melhorar. Quando você fica muito tempo afastado acaba vendo tudo um pouco diferente", acrescentou.

Ao ser questionado sobre como se sentirá na volta, ele foi direto. "Ninguém sabe essa resposta. Levo 11 meses sem competir e não sei como vou me sentir quando estiver de volta, com um pouco de sorte espero jogar várias partidas nos próximos dias. Mas é claro que tenho que ser inteligente e ter cuidado para não forçar demais", finalizou.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis