Notícias | Dia a dia | Wimbledon
De volta a Wimbledon, Sharapova perde duelo de 3h
03/07/2018 às 17h25

Sharapova não perdia na primeira rodada de um Grand Slam desde 2010

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - De volta a Wimbledon depois de não ter disputado as duas últimas edições, Maria Sharapova sofreu uma dura derrota na primeira rodada. Em duelo russo contra a 132ª colocada Vitalia Diatchenko, Sharapova esteve muito perto da vitória em sets diretos, mas permitiu a reação da compatriota com parciais de 6/7 (3-7), 7/6 (7-3) e 6/4 em 3h07 de partida.

Campeã de Wimbledon em 2004 e vice em 2011, Sharapova não disputava o Grand Slam britânico desde a semifinal alcançada em 2015. Ela cumpria suspensão por doping durante a edição de 2016 e não disputou o torneio do ano passado por lesão na coxa esquerda.

Atual 22ª colocada no ranking aos 31 anos, Sharapova não perdia na primeira rodada de um Grand Slam desde o Australian Open de 2010 e nunca havia caído na estreia em Wimbledon. Vencedora de cinco títulos de Grand Slam, a russa não passa da primeira fase de um torneio deste porte pela primeira vez na carreira.

Já Diatchenko, que tem 27 anos, marcou apenas sua terceira vitória em Grand Slam na carreira e a primeira em Wimbledon. Vinda do quali em Londres, a russa tem como melhor ranking o 71º lugar alcançado em 2014. Sua próxima adversária é a norte-americana de 19 anos e 76ª colocada Sofia Kenin, que derrotou a grega Maria Sakkari por 6/4, 1/6 e 6/1.

O primeiro set teve três quebras para cada lado antes da definição no tiebreak, sendo que Sharapova esteve duas vezes a um game de perder a parcial. Durante o game desempate, a ex-líder do ranking apostou no peso de suas devoluções para vencer três pontos no saque de sua adversária e fechar o set com um ace.

A parcial seguinte parecia nas mãos de Sharapova, que foi a primeira a quebrar ainda no início e manteve o saque até liderar por 5/2. Diatchenko foi reagindo no jogo apostando na regularidade do fundo de quadra, só cometeu seis erros em toda a parcial e contou com a instabilidade no saque da favorita para devolver a quebra, forçar um novo tiebreak e empatar o jogo.

O tempo de partida após dois sets era de 2h18 e já passava das 8h da noite em Londres. O jogo continuou com o restante de luz natural possível na Quadra Número 2 do All England Club. Com boas devoluções e um ótimo lob com backhand, Sharapova quebrou no sétimo game para liderar por 4/3, mas sacou muito mal e permitiu o empate. Diatchenko então manteve o serviço e passou a pressão para o outro lado. A ex-número 1 não colocou primeiros serviços em quadra e terminou o jogo cometendo uma dupla falta, sua 11ª no jogo.

Quem confirmou o favoritismo foi Jelena Ostapenko. A letã de 21 anos e número 12 do mundo defende uma boa campanha de quartas de final e estreou vencendo a convidada local Katy Dunne, 212ª colocada, por 6/3 e 7/6 (7-5). Ostapenko enfrenta na próxima rodada a vencedora da partida entre a belga Kirsten Flipkens, 45ª do ranking.

Já a francesa Caroline Garcia se tornou a quarta top 10 a se despedir na primeira rodada, juntando-se a Petra Kvitova, Elina Svitolina e Sloane Stephens. Sexta do ranking mundial, Garcia caiu após a derrota por 7/6 (7-2) e 6/3 para a suíça Belinda Bencic, ex-número 7 e atual 56ª colocada, que enfrenta na segunda fase a norte-americana Alison Riske.

Comentários