Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Veja o que estão dizendo em Wimbledon
04/07/2018 às 18h18

"A Copa do Mundo, com certeza, é diferente. Temos conversado no vestiário e, claro, dou meus palpites. Vejo os jogos no vestiário."
O francês Monfils falando sobre a Copa na Rússia.

"Inacreditável! Uma loucura! Não sei como descrever. Pulos, gritos. Tudo. Cervejas. Foi fabuloso."
Monfils contando sua aventura nas ruas de Londres, quando entrou num pub para ver o fim de Inglaterra x Colômbia.

"Fiz tudo que podia. Lutei tanto quanto pude, não posso ficar brava comigo porque joguei acima do nível que podia. Acho que Makarova jogou acima do nível dela, teve um pouco de sorte e jogou bem quando precisou."
Wozniacki, campeã este ano do Aberto da Austrália, juntando-se à lista de favoritas eliminadas.

"No momento, meu desejo de competir não é grande. É sempre difícil conseguir motivação depois de uma derrota na primeira rodada. Mas quando tiver, não terei vergonha de olhar os erros e aprender com aquilo que deu errado.”
Sharapova, após ser eliminada por Diatchenko.

"Quando era mais jovem, jogava melhor nos Grand Slam que em outros torneios. Agora, eu jogo melhor os outros torneios do que os Grand Slams."
Kvitova, que conquistou cinco títulos na temporada, mas caiu na estreia.

"Quando estava para quebrar o recorde, pensei, wow, vou bater Federer em alguma coisa!"
Del Potro, semifinalista em 2013, que na terça-feira estabeleceu o recorde de 66 disputas consecutivas de Grand Slam.

"Vou ser totalmente honesta com você: acho chato, lamento."
Madison Keys ao revelar que não gosta de jogo na base de grandes saques e aces.

"Com certeza, levou um tempo para me acostumar e caí muito nas primeiras vezes. Você sai do saibro, onde a bolinha quica alto e, de repente, a bola não sobe e você tem de se abaixar bem mais. Faz minhas pernas ficarem muito mais doloridas.”
Keys contando sobre as primeiras experiências na grama.

"Seu técnico é uma m...., por falar nisso."
 Jack Sock sendo nada agradável ao cumprimentar o algoz italiano Matteo Berrettini na rede.

"Nós passamos de carro pela fila todos os dias para chegar em Wimbledon. Eu tenho tremendo respeito por sua dedicação ao tênis."
Eugenie Bouchard saúda aqueles que passam a noite na fila para conseguir ingressos.

"Quando jogava, nunca sentia pressão, mas muito stress. Como técnico, não senti stress, mas bastante pressão, então, isso foi uma diferença interessante. Se eu ajudaria alguém se pudesse? Claro que ajudaria.”
Agassi, ao jornal The Telegraph, não descartando ser novamente técnico.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series