Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Para Serena, rivais sempre elevam o nível contra ela
06/07/2018 às 18h03

Serena está a uma vitória de voltar ao top 100 do ranking mundial

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de vencer um jogo complicado pela terceira rodada de Wimbledon e garantir seu lugar nas oitavas de final, Serena Williams diz sentir que suas adversárias elevam o nível técnico quando vão jogar contra ela. De volta às quadras depois de se tornar mãe, a veterana de 36 anos diz que até já teve essa sensação nas vezes em que voltava de longos afastamentos por lesão.

"Em todos os jogos que eu disputo, não importa se eu estou voltando de ter um bebê ou de uma cirurgia, essas jovens jogadoras trazem um jogo que eu nunca vi antes", disse Serena após a vitória por 7/5 e 7/6 (7-2) contra a francesa Kristina Mladenovic, que já foi top 10 e atualmente ocupa o 62º lugar do ranking.

"Quando elas jogam comigo, o jogo é totalmente diferente. Isso é o que me faz ser uma grande jogadora: eu sempre enfrento todo mundo no seu melhor, então eu tenho que ser ainda melhor", avalia a ex-número 1 do mundo. "Então eu tive que elevar meu nível, porque elas estão me jogando em um nível que eu não conhecia. Posso dizer que eu não seria quem eu sou".

Serena teve que reverter a diferença por 5/3 a favor de Mladenovic no primeiro set e reagiu vencendo quatro games seguidos. "Naquele momento, eu pensei: 'Não tenho nada a perder neste momento. Quero tentar mais'. Eu me perguntava: 'Isso é o melhor que posso fazer? Muitas coisas passam pelo minha mente. Às vezes, outras coisas passam pelo mente, mas eu apenas continuo".

"Não tenho nada a perder e não tenho mais nada a provar para ninguém. Tudo é um bônus. Toda vez que dou um passo, sei do que sou capaz. Já venci todos os Grand Slam e sou capaz de apenas entrar em quadra e curtir", explica a norte-americana, que luta pelo 24º título de Grand Slam de sua carreira profissional.

Com apenas quatro torneios disputados desde o nascimento da filha, Alexis Olympia, em setembro do ano passado, Serena está a uma vitória de voltar ao top 100. A ex-número 1 do mundo iniciou o Grand Slam britânico no 181º lugar do ranking e enfrenta a russa Evgeniya Rodina nas oitavas. "Eu trabalhei muito duro e o caminho de volta é muito longo e árduo, mas eu sempre espero fazer o melhor que posso. Isso é tudo que posso continuar a esperar".

Comentários
Faberg
Roland Garros Series