Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Impecável no saque, Federer faz quartas pela 16ª vez
09/07/2018 às 10h55

Federer não perde um saque desde a semi de 2017

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - O saque do suíço Roger Federer continua impecável em Wimbledon, vencendo mais uma partida no All England Club confirmando todos os games de serviço. Nesta segunda-feira, foi a vez do francês Adrian Mannarino desafiar o octacampeão do torneio e assim como os demais ele sucumbiu, não anotou uma quebra sequer e caiu em sets diretos, com parciais de 6/0, 7/5 e 6/4.

Pela 16ª vez, o tenista da Basileia vai disputar as quartas de final no tradicional Grand Slam britânico, esperando agora pelo vencedor do duelo entre o sul-africano Kevin Anderson e o francês Gael Monfils. Ele lidera o retrospecto contra os dois possíveis rivais, tem 4 a 0 contra o primeiro e 9 a 4 contra o outro.

Federer não perde um game de serviço desde o oitavo game do primeiro set da semifinal do ano passado, quando o tcheco Tomas Berdych conseguiu superar o saque do suíço. Desde então foram 81 games seguidos confirmando, marca ainda distante do recorde do norte-americano Pete Sampras, que vence 118 games seguidos com o saque entre 2000 e 2001. 

Se por um lado o atual vice-líder do ranking manteve a série de games de serviço intacta, ele ao menos voltou a ter o saque ameaçado, algo que não acontecia desde o quarto game da final do ano passado. Mannarino até levou um ‘pneu’ no primeiro set, mas assuntou no último game e conseguiu impor ao tenista da Basileia o primeiro break contra em 2018 na grama de Wimbledon. 

Mannarino não se achou em quadra ao longo de todo o primeiro set, embora tenha se tornado o primeiro tenista a ter break-point contra Federer no torneio, justamente quando o suíço já tinha 5/0 e errou um voleio fácil pertinho da rede. 

No segundo set, Mannarino enfim passou a variar mais as jogadas. Forçou o saque, foi à rede, usou curtinhas e ainda foi premiado por alguns lances de precipitação do adversário, principalmente em certas tentativas de ir à rede cedo demais. Bastou um vacilo do francês, ao falhar em forehand fácil, para Federer obter a quebra e fechar o set com um serviço impecável. 

O terceiro set foi inesperadamente aberto. Federer teve chance de quebra, mas deixou escapar e aí se viu diante de três break-points num raro game em que não acertou um único primeiro saque. Mas se saiu muito bem, incluindo ace de segundo serviço na terceira tentativa, e aí aproveitou-se de erros sucessivos de Mannarino para obter a vantagem definitiva. 

Federer acertou 12 aces e perdeu apenas cinco pontos com o primeiro serviço, embora seu índice de acerto tenha ficado em 67%. Foi 28 vezes à rede e conseguiu 19 pontos. Totalizou 43 winners frente a 18 e cometeu 20 erros frente a 21.

Comentários