Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Para Federer, 1º set foi atípico. O segundo, crucial
09/07/2018 às 13h36

Depois de um set de 16 minutos, suíço precisou de sete break points no segundo

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Garantido nas quartas de final de Wimbledon, Roger Federer reconhece que o primeiro set da vitória sobre o canhoto francês Adrian Mannarino foi bastante atípico por conta da duração de apenas 16 minutos. O suíço também avalia que o nível da partida aumentou a partir da parcial seguinte e que foi fundamental aproveitar as chances de ampliar a vantagem para evitar a reação de seu adversário.

"Eu também fiquei surpreso com um primeiro set tão rápido, com 16 minutos", disse Federer após a vitória por 6/0, 7/5 e 6/4 sobre Mannarino. "Foi um set muito rápido e isso não deveria acontecer, mas felizmente aconteceu a meu favor. Eu provavelmente não farei outro 6/0 nesta semana, então vou curtir esse aqui".

"Eu sabia que ele era muito melhor que aquele do primeiro set e acho que ele mostrou isso. No começo ele não estava muito bem, mas eu também não errava muito. Então fiquei muito feliz com o jogo. Tive alguns altos e baixos, mas isso foi devido ao desempenho dele", acrescenta o suíço, que marcou sua sexta vitória diante de Mannarino.

"Acho que o começo do segundo set foi interessante", ponderou o vice-líder do ranking, que precisou de sete break points para conseguir a única quebra do segundo set. "Foi crucial para ele permanecer no jogo e não me dar a liderança logo de cara, porque eu tive 0-40 já no primeiro game. No entanto, ele poderia ter vencido aquele set e então a partida teria sido diferente".

Ainda sem perder sets em Wimbledon, onde também foi campeão vencendo todos os jogos por 3 a 0 no ano passado, Federer venceu os últimos 32 sets que disputou na grama do All England Club. "Se você estiver jogando bem e estiver super focado e aproveitar suas chances, essas séries de vitórias são possíveis", avalia o vencedor de oito edições do torneio.

"Nos treinos, no momento, não estou trabalhando em nada específico. O objetivo é apenas ser sólido, vencer as partidas e não ser muito criativo agora. Isso vai acontecer naturalmente se eu jogar bem. Estou realmente focado nisso", complementa o suíço, que enfrenta nas quartas o vencedor da partida entre o francês Gael Monfils e o sul-africano Kevin Anderson.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series