Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal brilha e volta às quartas depois de 7 anos
09/07/2018 às 14h34

Nadal havia parado nas oitavas no ano passado

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Após sete anos sem conseguir passar das oitavas de final, enfim o espanhol Rafael Nadal superou essa barreira. Nesta segunda-feira, ele teve pela frente um duelo de canhotos com o tcheco Jiri Vesely e confirmou o favoritismo com mais uma grande atuação, triunfando em sets diretos e placar final de 6/3, 6/3 e 6/4, em 1h56 de confronto.

Desde o vice-campeonato de 2011, o canhoto de Mallorca não ia tão longe na grama do All England Club. Esta será sua 35ª participação em quartas nos Grand Slam, figurando como o quinto mais vezes alcançou tal fase nos quatro principais torneios. Ele fica atrás apenas das 53 de Roger Federer, das 41 de Jimmy Connors, das 40 de Novak Djokovic (que pode chegar a 41) e das 36 de Andre Agassi.

O espanhol pode também se tornar o jogador mais vitorioso na temporada com 34 triunfos em 2018, atrás apenas dos 36 do austríaco Dominic Thiem e do alemão Alexander Zverev. Seu próximo teste será contra o vencedor da partida entre o argentino Juan Martin del Potro, contra quem tem 10 a 5 no histórico, e o francês Gilles Simon, que perdeu oito e só ganhou uma de Nadal.

Vesely deu muito menos trabalho a Nadal do que se esperaria de um jogador agressivo, canhoto e de bom saque. Muito disso se deu porque o atual número 1 do mundo achou rapidamente uma ótima leitura do serviço e se aplicou muito na devolução, preferindo bolas baixas que atrapalharam demais o adversário.

A arrancada do espanhol se deu cedo, já no quarto game, com quebra em cima de erros do tcheco. A partir disso, espanhol sufocou com um primeiro serviço pesado e ataque a partir de qualquer bola sem profundidade. A outra quebra veio no quinto game do segundo set e repetiu o roteiro, desta vez com devoluções cruzadas. Muito lento para o padrão Nadal, o tcheco teve pouca chance de contragolpe e viu o cabeça 2 fechar o set sem susto.

Os dois jogadores viveram então momentos estranhos no terceiro set. Nadal cometeu dois erros de forehand para ter o saque quebrado no quinto game, mas em seguida Vesely fez lances tenebrosos, incluindo três curtinhas infantis, devolveu a quebra e cedeu a virada. Foi o sinal verde para Nadal liquidar logo a partida.

Nadal acertou 68% do primeiro saque, tendo perdido apenas 11 pontos com ele e anotado nove aces. Marcou mais do dobro de winners (37 a 18) e quase metade dos erros (12 a 20).

Comentários