Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Anderson quebra tabu e será adversário de Federer
09/07/2018 às 14h52

Anderson se garante entre os top 8 do ranking

Foto: Site oficial

Londres (Inglaterra) - O sul-africano Kevin Anderson precisou de 10 tentativas para enfim atingir as quartas de final de Wimbledon pela primeira vez. A má notícia para o número 8 do ranking é que seu próximo adversário será o octacampeão Roger Federer contra quem jamais venceu um set em quatro duelos anteriores.

Para atingir a terceira presença nas quartas de um Grand Slam na carreira, Anderson precisou quebrar um tabu pessoal, já que nunca havia vencido Monfils em cinco partidas, tendo tirado unicamente um set do francês há quase oito anos. Mas não foi fácil: três tiebreaks e quatro sets, com placar de 7/6 (7-4), 7/6 (7-2), 5/7 e 7/6 (7-4), após 3h29.

Aos 32 anos, Anderson está a duas vitórias de anotar o 300º triunfo de sua carreira profissional. Ele é também o primeiro de seu país a ir tão longe em Wimbledon em 24 anos, desde Wayne Ferreira. A maior campanha de um sul-africano coube a Kevin Curren, semi em 1983 (ele foi à final dois anos depois mas como cidadão americano).

Anderson disparou 20 aces no duelo contra Monfils, em que foi à rede por 61 vezes e somou 42 pontos. Também cometeu muitos erros, com 44 diante de 28 do adversário, mas soube ser mais agressivo nos momentos mais importantes de cada set vencido, que foram os tiebreaks.

Os quatro duelos diante de Federer foram todos em apenas dois sets, alguns deles com placar elástico, mas aconteceram entre 2013 e 2015, quando Anderson, atual vice-campeão do US Open, ainda não estava jogando seu melhor tênis. A partida acontece na quarta-feira.

Comentários