Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'Sabia que o jogo seria difícil', afirma Serena
10/07/2018 às 16h13

Esta foi a quarta vitória de Serena sobre Giorgi, a primeira em que cedeu um set

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - A quinta vitória de Serena Williams nesta edição em Wimbledon foi a mais difícil no caminho até a semifinal do Grand Slam britânico. A heptacampeã perdeu um set pela primeira vez no torneio, mas garante que o sabia o que esperar diante da italiana Camila Giorgi.

"Toda vez que eu enfrento a Giorgi, ela sempre joga em alto nível", disse Serena após a vitória por 3/6, 6/3 e 6/4 sobre a italiana. "Mas ela joga esse nível contra todas, então é ainda mais impressionante que ela consiga sempre jogar desse jeito, não importa quem ela enfrente. Eu sabia que não seria uma partida fácil".

"Às vezes eu sentia: 'Cara, estou com problemas.', mas também sabia que eu poderia lutar. Por algum motivo, hoje eu estava muito calma", acrescenta a norte-americana, que venceu seus quatro duelos contra Giorgi. "Mesmo quando estava no primeiro set, eu pensei: 'Bem, ela está jogando muito bem. Estou fazendo muitas das coisas certas'".

Classificada para sua 35ª semifinal de Grand Slam, a heptacampeã se diz até surpresa por seu desempenho. "Eu acho que isso tudo me deixa um pouco de surpresa. Quero dizer, eu sempre digo que planejo, gostaria de estar nessa fase, e que este é meu objetivo, mas quando isso acontece, eu ainda penso: 'Uau, isso está realmente acontecendo'".

Pela primeira vez no torneio, Serena teve que disputar dois jogos em dias seguidos, já que havia vencido a russa Evgeniya Rodina na última segunda-feira. A veterana de 36 anos, no entanto, garante que o desgaste físico não é motivo de preocupação no momento. "Não estou cansada. Na verdade, quando eu estava em quadra hoje, foi surpreendente perceber o quanto eu me sentia bem. Não fiquei sem fôlego nenhuma vez. Não tivemos muitos pontos longos, e talvez seja por isso que eu não tenha perdido o fôlego".

Depois de iniciar o torneio como 181ª do ranking, Serena dará um salto na classificação e se aproxima do top 50 na WTA. Desde o nascimento de sua filha, em setembro do ano passado, a ex-número 1 disputa apenas seu quarto torneio. Em caso de título, ela pode até voltar ao grupo das vinte melhores do mundo.

"Este é apenas o meu quarto torneio de volta. Eu não sinto pressão, como se eu tivesse algo a ganhar ou perder. Eu só estou aqui para provar que estou de volta. Eu sinto que estou, mas ainda há um longo caminho até o nível que eu gostaria", avalia a vencedora de 23 títulos de Grand Slam.

Serena agora se prepara para enfrentar a alemã Julia Goerges, número 13 do mundo, a quem derrotou nos três duelos anteriores. Um desses confrontos aconteceu recentemente, no saibro de Roland Garros. "Eu joguei contra a Julia na França. Isso foi quatro ou cinco semanas atrás. Mas não importa, essa é uma partida totalmente nova e em um novo piso. Estamos começando do zero. Eu vou entrar em quadra, dar o meu melhor e ver o que acontece".

Comentários