Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal luta por 5 sets, bate Delpo e revê Djokovic
11/07/2018 às 16h50

Nadal foi parar na arquibancada atrás de um lance

Foto: Site oficial

Londres (Inglaterra) - Foi bem mais difícil do que se esperava, mas Rafael Nadal deu um passo importante rumo à tentativa do tricampeonato em Wimbledon. O campeão de 2008 e 2010 precisou lutar por cinco sets, mas fez valer a melhor condição física e superou o argentino Juan Martin del Potro em excepcional duelo de 4h47 e parciais de 7/5, 6/7 (7-9), 4/6, 6/4 e 6/4.

Fica confirmada assim a esperada semifinal diante do sérvio Novak Djokovic, que bem mais cedo superou Kei Nishikori por 3 a 1. Duelo que mais se repetiu na história do tênis, os dois se cruzam pela 51ª vez, com mínima vantagem do sérvio de 26 vitórias. Os dois já fizeram dois confrontos oem Wimbledon, com vitória de Nadal na semi de 2007 e de Djokovic na decisão de 2011. O último jogo de Slam foram as quartas de Paris de três anos atrás vencida pelo sérvio.

Em busca do 18º troféu de Grand Slam, Nadal atinge a 28ª semi da carreira e iguala Ivan Lendl no quarto lugar. Esta é sua melhor campanha em Wimbledon desde em sete anos, período em que sofreu inesperadas derrotas para quatro adversários fora do top 100.

Como o placar indica, o jogo foi extremamente disputado ao longo de todos os quatro primeiros sets. Delpo escapou das quebras no oitavo game, mas não evitou no 12º, quando sacou mal. Mas não desistiu. Aproveitou um game ruim de serviço do espanhol para obter a quebra e aí desperdiçou a chance, permitindo a definição no tiebreak. Nadal teve tudo nas mãos, com 6-3, mas cometeu dupla falta e permitiu que o argentino impusesse seu poderoso forehand nas devoluções seguintes.

O terceiro set vinha sem sustos aos sacadores, até Nadal jogar muito mal e perder o serviço sem pontos no 10º game. Para melhorar sua situação, Delpo ainda saiu com saque a favor, mas não soube transformar isso em vantagem e, sem colocar o primeiro saque, cedeu a quebra ainda no quinto game, não achando mais brecha de reação. Inteligente, Nadal passou a mesclar, seja com bolas curtas ou subidas velozes à rede.

Após 3h40, era de se esperar Nadal com muito mais pernas no quinto set. E o espanhol abusou das deixadinhas e subidas inesperadas à rede para quebrar antes e ir a 3/1. O argentino então desperdiçou pelo menos três grandes oportunidades de recuperar a quebra, tanto no sexto como no oitavo games.

Está foi a 11ª vitória de Nadal sobre Delpo em 16 confrontos realizados e a terceira consecutiva, todas em Grand Slam, desde a queda na semi olímpica de 2016.

Comentários