Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Após virada, Federer lamenta chances perdidas
11/07/2018 às 18h02

Suíço chegou a ter um match point no terceiro set, mas levou a virada

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Eliminado nas quartas de final de Wimbledon depois de permitir uma virada incrível a Kevin Anderson, Roger Federer lamentou as oportunidades perdidas na partida desta quarta-feira em Londres. Depois de vencer os dois primeiros sets, o suíço até chegou a ter um match point na terceira parcial, mas cedeu a virada ao sul-africano após 4h14 de batalha.

"Acho que tive minhas chances, então é decepcionante", disse Federer após a derrota por 2/6, 6/7 (5-7) 7/5, 6/4 e 13/11 para Anderson. "Quando eu precisei, não consegui subir meu nível. Não vi isso acontecer. Ele foi consistente, foi sólido e conseguiu o que precisava no momento em que precisava. O crédito é dele por continuar mentalmente no jogo por muito tempo".

O suíço diz não saber em que momento ele perdeu o controle da partida. "Honestamente, não tenho certeza, mas sei que isso aconteceu em algum momento. Se foi no momento em que eu perdi o match point ou quando fui quebrado no 5/5, eu não tenho certeza. Isso pode ter sido decisivo. Alguns pontos aqui ou ali sempre fazem a diferença no resultado de uma partida".

"O primeiro set foi ótimo", avaliou o vice-líder do ranking, que conseguiu duas quebras no set inicial. "Eu lia bem o saque dele e não estava levando tantos ascs. Eu estava fazendo ele jogar. Senti como se pudesse variar os pontos e jogar agressivamente. Mas conforme a partida avançava, eu não pude mais surpreendê-lo. Essa é uma sensação ruim de se ter".

"É nesses momentos que você tem que manter seu saque e criar oportunidades. Eu não conseguia pensar em coisas boas o suficiente para ele errar mais. Isso que isso fez a diferença no final", avaliou o suíço, que sofreu uma virada depois de ter vencido os dois primeiros sets apenas pela quinta vez na carreira.

Perguntado se ele se sentiu mentalmente desgastado durante a partida, Federer negou que isso tenha interferido em seu desempenho, mas admitiu estar emocionalmente arrasado depois do jogo. "Para ser honesto, não senti fadiga mental, mas agora me sinto terrivelmente fatigado. É terrível. Mas é assim que as coisas são. Crédito a ele".

Comentários