Notícias | Dia a dia | Wimbledon
'Sobrevivi aos pontos importantes', celebra Nadal
11/07/2018 às 19h45

Nadal salvou cinco break points no último set da partida com Del Potro

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de vencer um jogo duríssimo pelas quartas de final de Wimbledon, Rafael Nadal destacou a postura que teve nos pontos importantes da partida contra Juan Martin del Potro nesta quarta-feira. O número 1 do mundo foi levado ao limite no último set, teve o saque bastante ameaçado, mas conseguiu prevalecer em duelo de 4h47.

"Estou muito feliz por ter sobrevivido a muitos pontos importantes no quinto set", disse Nadal após a vitória por 7/5, 6/7 (7-9), 4/6, 6/4 e 6/4 sobre Del Potro. Durante o último set, o espanhol precisou salvar cinco break points e conseguiu manter o saque.

"Acho que fiz muitas coisas bem. Em termos gerais, tem sido uma partida muito positiva. A única coisa negativa é que joguei quase cinco horas. Poderia ter a chance de talvez jogar menos se tivesse vencido o segundo set", explica o jogador de 32 anos, que chegou a liderar o tiebreak daquela parcial por 4-1.

"Foi um jogo muito emocionante, e um jogo com nível muito alto, especialmente no quinto set, onde disputamos pontos incríveis. Claro, sinto muito por Juan Martín, mas ele foi um adversário incrível. Acho que ele merecia a vitória tanto quanto eu, mas hoje a moeda caiu a meu favor", acrescenta o espanhol, que venceu pela 11ª vez em dezesseis jogos contra o rival argentino.

"No ano passado, eu tive que perder por 15/13 no quinto set contra o [Gilles] Muller. Aqui tudo pode acontecer, mas hoje estou muito feliz com esse resultado. Sete anos depois, voltei para as semifinais de Wimbledon. É uma ótima sensação", complementa o bicampeão do torneio nos anos de 2008 e 2010.

Nadal agora se prepara para o 52º duelo contra o rival Novak Djokovic. A rivalidade entre os dois é a com o maior número de encontros na Era Aberta do tênis masculino. Há uma ligeira vantagem para o sérvio no retrospecto, com 26 vitórias contra 25 do espanhol.

"Não há dois jogadores na história que tenham se enfrentado tantas vezes como nós dois, e sempre em lugares e rodadas importantes", explica Nadal, que tem duas vitórias e uma derrota contra Djokovic na grama. "Sexta-feira será outro jogo crucial contra um adversário muito complicado. Tudo o que quero é aproveitar um pouco essa vitória, tentar me recuperar 100% e dar o meu melhor na próxima próxima".

O espanhol também comentou sobre a eliminação do rival Roger Federer em duelo de cinco sets contra Kevin Anderson nesta quarta-feira. "Eu estava jogando tênis, então não estava pensando muito sobre o que estava acontecendo na quadra ao lado. Tive muito trabalho para ganhar do Del Potro", disse o líder do ranking mundial.

"Agora eu já sei que Federer não continua mais no torneio. Isso faz parte do nosso esporte e sinto muito por ele. É impossível ganhar sempre, mesmo para ele. Foi um dia difícil, mas é para isso que trabalhamos diariamente no tênis, especialmente na grama. Você tem que dar créditos ao Kevin".

Comentários