Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Raonic lamenta lesão: 'Atrapalhava muito para sacar'
12/07/2018 às 11h39

Raonic teve a perna enfaixada no fim do 1º set

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Mais uma vez o canadense Milos Raonic teve que enfrentar uma lesão, o que acabou atrapalhando seu desempenho na partida contra o norte-americano John Isner, em que ele acabou sendo derrotado de virada, com parciais de 6/7 (5-7), 7/6 (9-7), 6/4 e 6/3 em 2h41 de partida.

Após a partida, Raonic disse que sentiu uma fisgada no músculo da perna direita no primeiro set. Ele pediu o fisioterapeuta em quadra para fazer uma proteção no local no 6/5 do primeiro set. "Eu não sei qual exatamente e extensão dessa lesão", falou o canadense, que disse que a lesão o incomodava enquanto servia e sempre que ele precisava se abaixar na rede para volear.

"Não atrapalhava quase nada na linha de base ou na rede, a não ser quando precisava me abaixar. Também incomodava quando tinha que transferir o peso, como na hora de sacar e isso era o mais difícil, porque não dava para evitar forçar neste movimento", comentou Raonic, que amargou sua quarta derrota em cinco duelos com Isner.

Se por um lado ele lamentou o problema físico, do outro destacou o rival e reconheceu que não conseguiu fazer muita coisa depois da lesão. "Não tive muitas chances. Tentei lutar até o fim, mas não deu e a partida foi escapando das minhas mãos pouco a pouco", encerrou o eliminado nas quartas de final de Wimbledon

Comentários