Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Britânico vence batalha de 4h24 na semi do juvenil
13/07/2018 às 17h01

Jack Draper (à frente) precisou de dez match points para vencer o jogo

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Enquanto Kevin Anderson e John Isner travavam uma batalha de 6h36 na Quadra Central de Wimbledon na disputa de uma das semifinais da chave masculina, outro duelo muito longo acontecia na Quadra Número 3 do All England Club. O britânico Jack Draper teve que lutar por 4h24 para vencer o colombiano Nicolas Mejia por 7/6 (7-5), 6/7 (6-8) e 19/17.

A longa partida teve apenas três quebras de serviço, todas no último set, e Draper precisou de dez match points. A primeira das chances de definir a disputa aconteceu ainda durante o tiebreak da segunda parcial. Com a torcida contra, o colombiano também teve enfrentou match points quando perdia o último set por 6/5, 7/6, 9/8 e 13/12 antes de ser eliminado.

Draper tem 16 anos e é o atual 41º colocado no ranking mundial da ITF. Ele é o primeiro britânico a disputar uma final do juvenil em Wimbledon desde Liam Broady em 2011. Existe um longo jejum de títulos para jogadores da casa, já que o último anfitrião a vencer o torneio foi Stanley Matthews em 1962.

O outro finalista é taiwanês Chun Hsin Tseng, líder do ranking mundial da categoria e que alcança sua terceira final de Grand Slam. Vice no Australian Open e campeão de Roland Garros, Tseng venceu um duelo asiático contra o chinês Tao Mu por 6/3 e 6/1.

Havia possibilidade de uma final chinesa no feminino, mas duas atletas europeias prevaleceram. A suíça Leonie Kung venceu Xiyu Wang por 6/4, 6/7 (6-8) e 6/3. Já a polonesa Iga Swiatek passou pela quarta cabeça de chave Xinyu Wang por 7/5 e 7/6 (7-1).

Comentários