Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Kerber é segunda a vencer duas finais contra Serena
14/07/2018 às 14h17

Kerber repetiu façanha feita por Venus Williams na década passada

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - A vitória de Angelique Kerber por duplo 6/3 sobre Serena Williams na final de Wimbledon fez com que a ela conseguisse uma rara façanha na história dos Grand Slam. A canhota alemã tornou-se a segunda mulher a vencer duas finais de Slam diante de Serena.

Kerber já havia levado a melhor contra a norte-americana no Australian Open de 2016. Ela também havia sido superada por Serena na decisão de Wimbledon há dois anos. Aos 30 anos, a alemã conquistou seu terceiro Grand Slam, já que venceu o US Open de 2016 ao derrotar a tcheca Karolina Pliskova na final.

Até então, a única jogadora a derrotar Serena em duas finais de Grand Slam diferentes era Venus Williams. A irmã mais velha da família levou a melhor nas decisões do US Open de 2001 e em Wimbledon em 2008.

Serena disputou neste sábado a trigésima final de Grand Slam da carreira. Recordista de títulos na Era Aberta com 23 conquistas, ela só foi superada por cinco jogadoras em decisões. Além da rara façanha de Kerber e Venus, Maria Sharapova na grama de Wimbledon em 2004, Samantha Stosur no US Open de 2011 e Garbiñe Muguruza no saibro de Roland Garros em 2016 puderam superar Serena em finais de Grand Slam.

Comentários