Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Com Sock, Mike Bryan conquista seu 17º Grand Slam
14/07/2018 às 18h15

Aos 40 anos, Mike Bryan conquista seu quarto título em Wimbledon

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Integrante de uma das parcerias mais vitoriosas da história do tênis, Mike Bryan levantou mais um troféu de Grand Slam, Desta vez ao lado do compatriota Jack Sock, Mike conquistou o título de duplas masculinas em Wimbledon com a vitória sobre o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus por 6/3, 6/7 (7-9), 6/3, 5/7 e 7/5.

Este é o 17º título de Grand Slam da carreira de Mike Bryan e o primeiro sem a presença do canhoto Bob Bryan, seu irmão gêmeo, que se recupera de uma lesão no quadril. Em Wimbledon, o norte-americano de 40 anos também havia sido campeão nos anos de 2006, 2011 e 2013, além de ficar com o vice em 2005, 2007, 2009 e 2014.

Depois de iniciar o Grand Slam britânico no oitavo lugar do ranking, Mike Bryan voltará a liderança a partir da próxiam segunda-feira. Ele tem 454 semanas como número 1 do mundo e só seguido pelo próprio irmão, com 439.

Ao disputar a final de número 178 na carreira, sendo a 32ª em Grand Slam, Mike Bryan conquistou seu 119º título de ATP. O gêmeo destro tem agora três títulos a mais que o irmão, já que também venceu os torneios de Nottingham e Long Island em 2002 ao lado de Mark Knowles e Mahesh Bhupathi.

Por sua vez, Sock comemorou a conquista de seu segundo Grand Slam em duplas masculinas. Em 2014, o norte-americano também foi campeão de Wimbledon, atuando ao lado do canadense Vasek Pospisil. O jogador de 25 anos acumula doze títulos e dez vice-campeonatos na carreira.

Embora seja o atual número 15 do mundo em simples, Sock não vive boa fase no circuito individual. Vencedor do Masters 1000 de Paris no ano passado e semifinalista do ATP Finals, em Londres, o norte-americano venceu apenas cinco jogos em 2018 e acumula seis derrotas seguidas no circuito. Na corrida por uma nova vaga no Finals, ele aparece no modesto 146º lugar com apenas 230 pontos conquistados nesta temporada.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series