Notícias | Dia a dia
Bia se distancia do top 100, Kerber volta ao top 5
16/07/2018 às 11h10

Bia deverá precisar do quali para jogar o US Open

Foto: ATP

Miami (EUA) - Não foi apenas a norte-americana Serena Williams que se deu bem no ranking. Sua algoz na decisão de Wimbledon, a alemã Angelique Kerber conseguiu ganhar seis colocações com o título e voltou ao top 5 na quarta colocação.

A ex-número 1 do mundo só está atrás da romena Simona Halep (1ª), da dinamarquesa Caroline Wozniacki (2ª) e da norte-americana Sloane Stephens (3ª), que ganhou um lugar após a disputa na grama do All England Club e tem agora sua melhor colocação da carreira.

Quem se deu mal na lista da WTA foi a espanhola Garbiñe Muguruza, que passou bem longe de defender o título do Grand Slam britânico e com a eliminação ainda na segunda rodada acabou perdendo quatro posições, indo parar no sétimo posto.

Também perderam terreno, só que apenas um lugar, as tchecas Petra Kvitova, que agora é a oitava do mundo, e Karolina Pliskova, a nona colocada. Semifinalista em Wimbledon, a alemã Julia Goerges melhorou seu ranking em três posições e voltou ao top 10. Ela é a 10ª do mundo, sua melhor marca da carreira.

Entre as brasileiras a notícia não é nada boa. Melhor do país na WTA, a paulista Beatriz Haddad Maia amargou uma dura queda de 15 posições e se distanciou ainda mais do top 100, indo parar no 119º posto. Com isso, ela também praticamente fica sem chances de entrar direto no US Open e terá que jogar o quali se quiser entrar na chave principal.

As demais representantes nacionais seguem bem mais abaixo. A paulista Nathaly Kurata ganhou quatro lugares e agora é a 399ª, entrando pela primeira vez no top 400. Fecham a lista das top 500 a paulista Thaisa Pedretti, que ganhou 29 posições e foi para o 461º lugar, e a também paulista Carolina Alves, que ganhou 21 lugares e é a 429ª do mundo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis