Notícias | Dia a dia
Billie Jean diz que Serena é vítima de racismo
16/07/2018 às 13h03

Billie Jean disse que Serena recebe menos atenção por ser negra

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - Um dos maiores nomes da história do tênis, a norte-americana Serena Williams ficou com o vice-campeonato em Wimbledon, perdendo a final do último sábado para a alemã Angelique Kerber. Mesmo assim, ela recebeu forte apoio da torcida local, que segundo a compatriota Billie Jean King vai se rendendo à caçula das irmãs Williams.

“Serena recebeu muito apoio do público nesse sábado. As pessoas a amam e se encantam com sua história, mas nem sempre foi assim. Além do mais, ela não recebe o mesmo apoio que Roger (Federer) ou Rafa (Nadal) e acredito que porque é uma pessoa de cor”, disse Billie Jean em entrevista ao jornal The Times.

“As mulheres também não têm a mesma atenção, o mesmo entusiasmo e nem mesmo os patrocínios dos homens. Uma mudança que gostaria de ver é que eles passassem a jogar melhor de 3 sets o ano todo. Acho que fica mais atrativo, pois é difícil atrair mais gente para esse esporte com formatos distintos entre homens e mulheres”, complementou.

A ex-tenista profissional acredita que mesmo tendo ido para a final, Serena pode evoluir mais. “Ela ainda não está totalmente em forma, voltar após uma operação ou depois de dar a luz não é uma coisa fácil. É preciso trabalhar duro e ser paciente consigo mesma. Angie jogou melhor, mas isso fará com que Serena siga trabalhando para estar cada vez melhor”, opinou.

“O bom é que hoje em dia dá para jogar até mais tarde. Serena tem 36 anos e sua carreira não está acabada, graças a toda equipe que tem por trás ela pode jogar por muito mais tempo, acho que talvez até os 42”, finalizou a norte-americana de 74 anos, que venceu 12 títulos de Grand Slam e foi número 1 do mundo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis