Notícias | Dia a dia
McEnroe: 'O tênis seguirá após Federer e Nadal'
17/07/2018 às 09h33

Nadal e Federer lideram o ranking da ATP

Foto: Arquivo

Berlim (Alemanha) - Depois de seis Grand Slam seguidos com títulos de Roger Federer ou de Rafael Nadal, a última edição de Wimbledon quebrou a série, vendo a conquista do sérvio Novak Djokovic. Mesmo assim o espanhol e o suíço seguem dominando o ranking da ATP e ocupam das duas primeiras colocações com bastante folga em relação aos demais.

Eles já garantiram seu lugar na história do tênis, mas ambos passam dos 30 anos, Federer com seus 36 e Nadal com 32, e já estão na reta final da carreira. Em entrevista para o jornal alemão Morgen Post, o norte-americano John McEnroe não se preocupa com o futuro do tênis depois que essas duas lendas deixarem o circuito.

“O tênis continuará sem Roger e Rafa. Em pouco tempo, Federer vai completar 37 anos e ainda se movimenta de forma incrível em quadra, é o melhor que já vi em mais de 40 anos de tênis. Mas o tempo vai o pegar e acredito que não vai demorar muito. Isso é normal, é assim o curso das coisas”, comentou o ex-número 1 do mundo.

“Claro que será difícil substituir alguém que ganhou tudo o que ganhou Federer, mas novas estrelas com novas histórias chegarão. Quando se trata de encontrar o sucessor de Roger ou Rafa, minha primeira opção é Alexander Zverev, que tem todas as habilidades para se converter em um grande campeão”, acrescentou McEnroe.

Para o norte-americano, Zverev tem tudo para vencer um Grand Slam no futuro. “Este ano ele teve azar com a lesão em Paris e com os problemas intestinais em Wimbledon”, comentou McEnroe, que além de destacar o germânico de 21 anos também enalteceu o australiano Nick Kyrgios: “Pessoalmente, gosto de ver Zverev e Kyrgios jogando”.

Ele também falou sobre o recém-encerrado Slam britânico. “Wimbledon é diferente de qualquer outra coisa, a história irradia do torneio e cativa todo mundo. Quando era pequeno eu sonhava em jogar ali, mas agora o encanto é maior, pois tenho uma perspectiva diferente. Como jogador, não aproveitei o suficiente e agora consigo aproveitar muito mais”, finalizou.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis