Notícias | Dia a dia
Mãe há nove meses, Minella busca sua primeira final
20/07/2018 às 14h27

Minella é semifinalista em Gstaad e já iguala suas melhores campanhas na WTA

Foto: Divulgação

Gstaad (Suíça) - Nove meses depois de se tornar mãe, Mandy Minella iguala seus melhores resultados na elite do circuito feminino. A experiente luxemburguesa de 32 anos venceu nesta sexta-feira e a espanhola Sara Sorribes por 6/1 e 6/2 para ser semifinalista do WTA de Gstaad, no saibro suíço.

Minella já esteve em outras quatro semifinais de WTA, todas anteriores ao nascimento da filha Emma em outubro do ano passado. Em busca da primeira final da carreira, ela enfrentará a canhota tcheca de 19 anos e 104ª colocada Marketa Vondrousova.

Depois de ter alcançado a 66ª posição em 2012, Minella aparece atualmente no 226º lugar. Ela utilizou o ranking protegido como número 104 para entrar diretamente na chave em Gstaad. A luxemburguesa era 82ª do mundo quando parou de jogar há pouco mais de um ano, e voltou às quadras em fevereiro ocupando a 271ª posição.

Na temporada, Minella tem priorizado torneios menores para recuperar seu ranking. Ela já jogou quatro finais de ITF de US$ 25 mil e conquistou três títulos. Já em torneios pela elite do circuito, utilizou o ranking protegido em Lugano, Roland Garros e na chave de duplas em Wimbledon, além de ter furado o quali em Nuremberg, antes de jogar em Gstaad.

"Acho que já me recuperei quase 100%. A única coisa que é um pouco mais difícil é o sono. Fisicamente, me sinto muito bem e acho que, por estar menos estressada, mais equilibrada e mais calma, eu me recupero melhor e não preciso de muita energia. Esse é o ponto chave", disse Minella, em entrevista ao site da WTA.

Com uma risada, ela acrescentou: "Antes, eu pensava que se eu não tivesse oito horas de sono, eu estaria acabada. Na verdade, talvez o sono seja superestimado. É claro que, se você não dormir o suficiente, isso vai te afetar, mas esse equilíbrio emocional é o mais importante", explica a jogadora de 32 anos.

Minella é casada com o treinador Tim Sommer e eles viajam com a filha Emma para os torneios. "Eu vim para cá de carro, e Emma está se divertindo bastante. O hotel tem uma pequena sala com muitos jogos, e ela adora. É um torneio muito calmo, não é aquela correria dos Grand Slam, onde tem muita gente. Ela está gostando disso".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis