Notícias | Dia a dia
Buzarnescu e Sakkari tentam 1º título em San Jose
05/08/2018 às 01h23

Aos 30 anos, Buzarnescu disputará sua terceira final e pode debutar no top 20

Foto: Divulgação

San Jose (EUA) - Em franca ascensão no circuito, Mihaela Buzarnescu terá mais uma oportunidade de conquistar seu primeiro título de WTA na carreira. A canhota romena de 30 anos garantiu vaga na decisão do Premier de San José depois de vencer a belga Elise Mertens, número 15 do mundo, por 4/6, 6/3 e 6/1 em 2h19 de partida.

Esta será a terceira final da temporada e da carreira de Buzarnescu, que ficou com o vice no piso duro de Hobart e no saibro de Praga. A romena enfrenta a grega Maria Sakkari, número 49 do ranking e que também busca seu primeiro título. Com ótima virada, Sakkari superou na madrugada deste domingo a norte-americana Danielle Collins, por 3/6, 7/5 e 6/2.

Número 24 do mundo, Buzarnescu está com o melhor ranking da carreira e deve superar essa marca com os 305 pontos já garantidos, com possibilidade de 470 em caso de título. A romena não defende pontos nesta semana, mas tem 105 a descartar de seu 16º e último resultado válido para o ranking.

Até o final de 2016, Buzarnescu sequer havia alcançado o top 200 em algum momento da carreira e ela começou 2017 no 539º lugar do ranking da WTA. A situação começou a mudar no ano passado, com sete títulos de ITF e vaga no US Open depois de furar o quali. Assim, ela debutou no top 100 já aos 29 anos. Menos de doze meses depois, está a uma vitória de entrar no grupo das vinte melhores jogadoras do mundo.

Embora estivesse instável com o saque, ao colocar apenas 45% de primeiros serviços em quadra e cometer oito duplas faltas, Mertens salvou sete dois oito break points que enfrentou durante o set inicial e conseguiu duas quebras contra o saque da romena. Os números da parcial mostram 10 a 8 em winners para Buzarnescu, que cometeu 25 erros não-forçados contra 23 da belga.

No segundo set, entretanto, Buzarnescu começou a dominar a partida. A romena variava bem o jogo com seus drop shots e slices e contava com o desgaste físico da belga, que se queixava de um desconforto no braço direito. Mertens fez apenas 11 dos 27 pontos jogados com o próprio saque e permitiu três quebras à romena, que liderou nos winners por 11 a 6, além de reduzir sua contagem de erros para 12.

Somente durante a parcial decisiva foi que Mertens enfim recebeu atendimento para o braço. A belga também teve tratamento para as costas durante as viradas de lado. Em quadra, a disputa foi uma via de mão única. Buzarnescu perdeu apenas quatro pontos com o próprio saque e conseguiu mais três quebras para confirmar a vitória.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis