Notícias | Copa Davis
Dono de Indian Wells passa a investir na nova Davis
06/08/2018 às 19h16

Larry Ellison é dono do Indian Wells Tennis Garden e quer sediar a Davis em 2021

Foto: Arquivo

Barcelona (Espanha) - Dono do Indian Wells Tennis Garden, complexo que recebe anualmente um Masters 1000 da ATP e um WTA Premier, o bilionário Larry Ellison passa a fazer parte do grupo que propõe mudanças no formato da Copa Davis. Ellison irá integrar o fundo de investimentos Kosmos, presidido pelo jogador de futebol Gerard Piqué, que vem atuando à Federação Internacional de Tênis (ITF).

Numa carta publicada nesta segunda-feira em seu site oficial, Ellison anunciou o apoio ao programa de reformas na Davis que será instituído em 2019. O investidor também manifesta a vontade de utilizar Indian Wells como sede do evento em 2021.

"Eu aceito prontamente idéias e oportunidades inovadoras e é por isso que não apenas estou emprestando meu apoio por escrito, mas também me tornarei um investidor nesta competição", escreveu Ellison.

Piqué também se manifestou: "Quero dar as boas vindas ao Sr. Larry Ellison. Tê-lo nesse projeto é um enorme privilégio para nós. Estamos muito satisfeitos e orgulhosos por unir forças e fazer com que ele apoie financeiramente o nosso compromisso de reforçar a Copa Davis. O acordo reafirma o nosso envolvimento em conjunto com a ITF e sei que isso será bem-vindo como um anúncio positivo para a comunidade global do tênis".

A intenção da Kosmos é transformar a Davis em um torneio com 18 equipes disputado no fim do ano e com sede única única. O fundo de investimentos firmou um acordo de 25 anos com a ITF. As propostas ainda precisam ser aprovadas pelas federações nacionais de tênis na Reunião Anual da ITF no dia 16 de agosto em Orlando, na Flórida.

Comentários