Notícias | Dia a dia
Tsitsipas salva match points e derruba Zverev
10/08/2018 às 17h59

Grego já venceu três seguidas contra top 10 nesta semana em Toronto

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - Menos de uma semana depois de duelarem na semifinal de Washington, Alexander Zverev e Stefanos Tsitsipas voltaram a se encontrar, desta vez pelas quartas de final do Masters 1000 de Toronto. Diferente do que havia acontecido na capital norte-americana, o ascendente Tsitsipas deu o troco contra o já consolidado alemão e salvou dois match points na vitória por 3/6, 7/6 (13-11) e 6/4 em 2h27 de partida.

Com apenas 19 anos, Tsitsipas debutará debutará no grupo dos 20 melhores jogadores do mundo na próxima segunda-feira. O jovem grego já havia iniciado a semana com o melhor ranking da carreira, ao ocupar o 27º lugar depois da boa campanha na semana passada e os 360 pontos já garantidos o ajudarão a superar seu recorde pessoal.

A vitória desta sexta-feira também foi a sexta na carreira de Tsitsipas contra um adversário do top 10. Antes do torneio canadense, o grego havia vencido apenas três jogos contra adversários entre os dez melhores do mundo. Só nesta semana, ele já superou o oitavo colocado Dominic Thiem, o ex-número 1 e atual décimo do ranking Novak Djokovic e o terceiro colocado Zverev. Seu próximo adversário é outro top 10, o quinto colocado sul-africano Kevin Anderson.

O resultado, aliás, também faz com que Zverev perca a terceira posição do ranking mundial. Atual campeão no Canadá, o alemão defende apenas 180 dos 1.000 que tinha a descontar. Com isso, quem assume a terceira posição é Juan Marin del Potro, que alcança o melhor ranking da carreira aos 29 anos.

Um ano e quatro meses mais jovem que o rival alemão, Tsitsipas começou o jogo abrindo 2/0, mas depois disso, Zverev tomou as rédeas da partida e virou o placar do primeiro set sem demora, vencendo os quatro games seguintes. Ele não só administrou a vantagem, mas anotou novo break para vencer o set inicial.

Zverev seguiu jogando firme na segunda parcial e se aproximou da vitória ao anotar uma quebra no quarto game. Quando tudo indicava que ele rumaria sem dificuldades para as semifinais, o alemão jogou muito mal o game em que sacou para o jogo, foi quebrado e viu Tsitsipas empatar em 5/5 logo na sequência.

Sem novas quebras, a decisão foi para o tiebreak, em que os dois oscilaram bastante e possibilitaram chances para ambos os lados. Zverev perdeu os dois match-points que teve, o primeiro deles com o saque, enquanto que do outro lado Tsitsipas precisou de cinco oportunidades para enfim conseguir levar a melhor e forçar o terceiro set.

Assim como aconteceu na parcial anterior, Zverev teve dificuldades para sustentar uma vantagem na parcial decisiva. Primeiro a quebrar já no quinto game, o alemão perdeu a liderança de imediato em um game repleto de erros não-forçados. Tsitsipas ganhou confiança e ainda salvou break points quando o placar estava empatado por 4/4. Pressionado, Zverev voltou a abusar de péssimas escolhas e fez subidas ruins à rede antes de perder o jogo com uma dupla falta.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis