Notícias | Copa Davis
Técnico de Federer: 'Não chamem de Copa Davis'
20/08/2018 às 16h02
Publicidade
Publicidade

Cincinnati (EUA) - Responsável por comandar o time suíço na conquista da Copa Davis de 2014, a primeira e única da nação até então, o capitão da equipe Severin Luthi, que também trabalha como treinador do compatriota Roger Federer, disparou contra as mudanças aprovadas para a competição já na temporada que vem.

“Para mim, isso não é mais a Copa Davis. Talvez devam chamá-la por outro nome, pois vão jogar fora uma enorme tradição”, afirmou o capitão suíço em entrevista ao SRF. Apesar de lamentar a alteração no formato, Luthi pediu que esperemos para ver como será a competição. “De qualquer forma, vamos dar a chance de ver como essa novidade vai se comportar”, observou.

Federer foi outro que não gostou do novo formato, embora não tenha reclamado contundentemente da novidade. “Eu me sinto triste com isso, de não ter a Copa Davis como costumava ser antes. Ela não será a mesma para a próxima geração”, analisou o suíço.

"Só espero que cada centavo desse dinheiro prometido seja mesmo investido nas próximas gerações", alertou Federer, cobrando o bom uso do dinheiro que entrará na ITF a partir desta nova proposta de Copa Davis. O Grupo Kosmos, prometeu injetar US$ 3 bilhões em 25 anos no novo evento.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series