Notícias | Dia a dia | US Open
Brasileiros estreiam quarta no quali do US Open
21/08/2018 às 19h38

Bia será a primeira brasileira a entrar em quadra nesta quarta-feira

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Os quatro brasileiros no qualificatório do US Open, três no masculino e uma no feminino, estreiam na competição nesta quarta-feira. A paulista Beatriz Haddad Maia, além do cearense Thiago Monteiro, o gaúcho Guilherme Clezar e o paulista Rogério Dutra Silva precisam de três vitórias para entrar na chave principal.

Bia será a primeira a abrir campanha. Ela entra em quadra por volta das 13h30 (de Brasília) para enfrentar a australiana Olivia Rogowska, jogadora de 27 anos e 159ª do ranking, na quadra 5 do complexo Billie Jean King. Número 1 do Brasil e 132ª colocada, Bia tem uma vitória e uma derrota contra sua adversária de estreia.

"Já jogamos duas vezes, perdi uma e ganhei outra. Ela (Rogowska) é uma boa jogadora, joga mais reto e está acostumada com esse tipo de piso. Farei o meu melhor para estar na chave principal", disse Bia Haddad Maia, que tenta disputar a chave principal do US Open pelo segundo ano seguido.

Monteiro, 119º do ranking, atua por volta das 15h contra o japonês Tstsuma Ito, de 30 anos e atual 165 do mundo. "O Ito é bem experiente, gosta dessas condições e joga praticamente o ano inteiro na quadra dura. Eu venho me preparando bem. Estou há cinco dias me adaptando e treinando bem com outros jogadores. Espero fazer um bom jogo e conquistar a primeira vitória no quali", falou o cearense.

O cearense de 24 anos entra em uma nova fase na carreira. Depois de quatro anos treinando no Rio de Janeiro ele iniciou uma parceria com o treinador argentino Fabian Blengino, em busca de alcançar o seu melhor tênis e voltar ao top 100. "Essa mudança vai ser importante para a minha motivação e para buscar coisas novas. O Blengino é experiente, já treinou vários jogadores que estão na ponta, como o (Diego) Schwartzman. Ele viaja o circuito há mais de 30 anos e é um cara com muito conhecimento".

Thiago ainda está sem a presença do treinador argentino que deve encontrá-lo caso ele avance na competição. "Estou buscando voltar ao top 100 e jogar os ATPs novamente e espero atingir esse objetivo até o fim do ano para começar com tudo a temporada 2019", complementou o canhoto de Fortaleza.

Rogerinho e Clezar atuam por volta das 17h. O paulista de 34 anos e 151º do ranking estreia contra o cabeça 10 italiano e 117º colocado Lorenzo Sonego, enquanto o gaúcho de 25 anos e 204º do mundo estreia contra o espanhol Ricardo Ojeda Lara, 284º colocado. Caso os dois brasileiros vençam seus jogos de estreia, eles irão se enfrentar na segunda rodada do quali.

Comentários