Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal e Federer disputam o número 1 no US Open
25/08/2018 às 09h52

Federer precisa ser campeão e torcer para que Nadal não seja semifinalista para assumir o número 1

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - A liderança do ranking mundial estará em jogo durante o US Open. Atual campeão do Grand Slam nova-iorquino, Rafael Nadal tenta defender sua posição diante do segundo colocado Roger Federer. Embora os rivais não tenham se enfrentado em 2018, a temporada já teve seis trocas de liderança entre os dois jogadores.

Atual campeão do US Open, Nadal sequer precisa defender o título para permanecer no topo do ranking. Basta ser semifinalista e manter 720 dos 2 mil pontos que tem a descontar. Outra opção seria torcer para que Federer não conquiste o título do último Slam do ano.

Recordista de semanas na liderança do ranking, com 310 semanas, Federer ocupou a posição de honra pela última vez entre os dias 18 e 24 de junho. Para voltar à primeira posição, o suíço obrigatoriamente tem que ser campeão e torcer para que Nadal não seja semifinalista. O atual número 2 do mundo parou nas quartas no ano passado e defende 360 pontos.

Outra disputa interessante envolve a vice-liderança do ranking. Federer é ameaçado por Juan Martin del Potro e Alexander Zverev, que nunca ocuparam essa posição em suas carreiras. Tanto para o argentino de 29 anos, semifinalista no ano passado, quanto para o alemão de 21 anos, que caiu na segunda rodada em 2017, o cenário é o mesmo. É preciso ser campeão e torcer para que o suíço não chegue à terceira rodada.

Comentários