Notícias | Dia a dia | US Open
Halep se sente mais relaxada após vencer 1º Slam
25/08/2018 às 14h48

Depois de vencer Roland Garros, Halep sente que realmente merece ser a número 1 do mundo

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Líder do ranking mundial, Simona Halep acredita que a conquista de seu primeiro título de Grand Slam em Roland Garros a deixou mais confiante e relaxada. A romena afastou a pressão de ter chegado ao número 1 antes de vencer o primeiro título de grande porte e se pronta para buscar mais uma grande conquista no US Open.

"Meu sonho se tornou realidade, e dentro de mim algo mudou. Estou mais relaxada. Depois de Roland Garros, comecei a acreditar que sou a verdadeira número 1. Então, acho que isso me deixou mais confiante e talvez mais relaxada", disse Halep em entrevista coletiva na última sexta-feira.

"Quando começa o jogo, você esquece que é a número 1 e de todos os títulos que tem. Você tem uma batalha pela frente e tem que lutar por isso. É o que eu estou fazendo", acrescenta a romena de 26 anos, que tem como melhor resultado em Nova York a semifinal alcançada em 2015.

O equilíbrio do circuito feminino foi destacado pela líder do ranking, que acredita que o US Open terá várias candidatas ao título. "Qualquer jogadora no top 10 pode vencer o torneio. Cada partida é difícil, mesmo nas primeiras rodadas. Não sinto que eu esteja acima das outras. Todo mundo está muito próximo e tentarei vencer minhas partidas quando entrar em quadra".

Halep disputou dez jogos nas duas últimas semanas, com um título em Montréal e um vice-campeonato em Cincinnati, e minimiza o desgaste. Para a romena, quanto mais jogos disputados no caminho para um Grand Slam, melhor. "Quando eu faço muitos jogos, eu me sinto mais confiante. Sem jogar, eu não acredito tanto, mesmo treinando muito. Então estou em uma boa posição".

A estreia de Halep na competição será na próxima segunda-feira, ao meio-dia (de Brasília) contra a experiente estoniana Kaia Kanepi, jogadora de 33 anos e 44ª do ranking, a quem a romena derrotou no único duelo anterior. "Estou confiante. Sei que tenho o jogo para ganhar dela, mas que ela é muito perigosa. Eu só quero me preparar para o jogo e dar o meu melhor", afirma romena, que caiu ainda na estreia da edição passada, quando perdeu para Maria Sharapova. "Eu perdi na primeira rodada no ano passado. Nada pode ser pior que isso".

Comentários