Notícias | Dia a dia | US Open
Federer gostaria de jogar de novo a final de 2009
26/08/2018 às 12h58

Federer vinha de cinco títulos e 41 vitórias seguidas no US Open quando perdeu a final de 2009

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Pentacampeão do US Open entre 2004 e 2008, Roger Federer tenta voltar a conquistar o Grand Slam norte-americano depois de dez anos. Com uma longa história em Nova York, o suíço foi perguntado durante a entrevista coletiva da última sexta-feira sobre qual jogo gostaria de jogar de novo e lembrou a derrota sofrida para Juan Martin del Potro em 2009.

Na época, Federer defendia uma invencibilidade de 41 jogos no Grand Slam nova-iorquino e buscava seu 16º troféu de Grand Slam. Por sua vez, Del Potro tinha apenas 20 anos e disputava sua primeira, e hoje a única, final em um tonreio deste tamanho. Embora o suíço tenha começado melhor e liderado por dois sets a um, o argentino buscou a virada em cinco sets, com parciais de 3/6, 7/6 (7-5), 4/6, 7/6 (7-4) e 6/2 em duelo com 4h06 de duração.

"Foi uma pena que eu não consegui vencer em 2009. Eu ainda gostaria de poder ter jogado essa partida novamente. Mas Juan Martin mostrou o grande campeão que ele era", disse Federer, que depois daquele jogo, só voltaria a disputar uma final de US Open em 2015. "Depois disso, os últimos dez anos foram um pouco mais difíceis. Tive chances e talvez alguns arrependimentos ao longo do caminho".

Em lados opostos na chave, Federer e Del Potro podem voltar a se encontrar em uma final. Número 2 do mundo, o suíço estreia na próxima terça-feira contra o japonês Yoshihito Nishioka. Já o terceiro colocado argentino joga já nesta segunda-feira contra o norte-americano vindo do quali Donald Young.

Quer concorrer a um relógio Fossil? Clique aqui e palpite sobre quem vai vencer o US Open!

Comentários