Notícias | Dia a dia
'Nunca joguei meu melhor tênis aqui', lamenta Halep
27/08/2018 às 20h21

Halep perdeu na primeira rodada em Nova York pelo segundo ano seguido

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Eliminada precocemente no US Open, Simona Halep é a primeira jogadora a perder na rodada de estreia do Grand Slam norte-americano enquanto ocupava a liderança do ranking mundial. Superada pela estoniana Kaia Kanepi nesta segunda-feira, com parciais de 6/2 e 6/4, a romena explica que não se sente confortável quando joga em Nova York. Foi o segundo ano seguido que ela perdeu na primeira rodada. 

"Eu nunca joguei meu melhor tênis aqui, mesmo já tendo chegado às quartas e às semifinais", disse Halep, que foi semifinalista do torneio em 2015 e parou nas quartas no ano seguinte. "Tive ótimos resultados aqui. Não estou reclamando. Só quero dizer que realmente não sinto meu jogo a 100% quando entro em quadra. Talvez no futuro isso mude um pouco e seja melhor".

"Talvez seja o barulho na torcida, a cidade é muito cheia. É tudo isso junto. Sou uma pessoa quieta, então talvez eu goste dos lugares menores", avalia jogadora de 26 anos. "Hoje não foi o meu dia. Eu não pude me sentir forte na quadra para vencer este jogo. Eu estava treinando bem ontem e dois dias atrás, mas é isso. É apenas um dia, e um dia ruim para mim. Ela merecia vencer porque estava jogando melhor que eu".

Halep vinha de dois bons resultados nos torneios preparatórios, com um título em Montréal e um vice-campeonato em Cincinnati. Até por isso, a romena rechaçou a hipótese de ter perdido rendimento depois do título em Roland Garros. "Eu estava cansada, mas é por uma boa razão, porque eu disputei muitos jogos em Montréal e Cincinnati. Então, não senti aquela pressão de pensar 'Como vai ser agora?' depois de ganhar um Grand Slam. Não, eu não senti isso".

A número 1 do mundo também fez questão de enaltecer a qualidade de Kanepi. A estoniana de 33 anos já foi top 15 em 2012, mas já vinha sofrendo com lesões no tendão de aquiles da perna direita. Ela acabou saindo do top 100 em 2015 e terminaria a temporada seguinte fora do top 300. A retomada da estoniana aconteceria durante a edição passada do US Open, quando ela 421ª do mundo e conseguiu furar o quali e fazer uma ótima campanha até as quartas.

"Ela é uma jogadora muito forte, então ela tem uma grande chance de fazer um ótimo resultado. É a segunda vez que eu joguei contra ela e senti que ela tem um jogo muito poderoso. Acho que ela tem o bom jogo para seguir em frente no torneio", falou Halep sobre Kanepi, que agora enfrenta a suíça Jil Teichmann, 168ª colocada.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis